Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

Viva a diversidade! Veja empresas que possuem programas de recrutamento para a comunidade LGBTQIA+

As empresas enfrentam muitos desafios em seus cenários, sejam eles de quais forem os setores, e o recrutamento e seleção de bons talentos é um deles. Se antes as pessoas eram vistas apenas como executoras de processos, o novo sistema de gestão de pessoas e o RH 4.0 atuam fortemente para reconhecer e valorizar o ser humano por trás do profissional.

E, para que o ser humano seja reconhecido e engajado em uma organização, é preciso que ele seja aceito exatamente como ele é. Mais do que isso, é preciso fomentar ambientes diversos, com pessoas, vivências e personalidades diferentes para desenvolver múltiplos pilares dentro do negócio.

Se preocupar em ter mulheres, pretos, jovens e idosos, LGBTQIA+, estrangeiros e outros recortes dentro da organização – e também nos cargos de liderança – é essencial para o crescimento saudável dos negócios.

A diversidade LGBTQIA+, lésbicas, gays, bissexuais, transexuais ou transgêneros, queers, intersexuais, assexuais e todas as outras possibilidades de orientação sexual ou identidade de gênero que existam, é um tema em voga no mercado, mas que ainda precisa quebram muitas barreiras dentro das organizações.

Mesmo com muitos avanços a serem feitos, algumas empresas já começam a dar passos para realizar ações significativas para essa comunidade. Vamos falar um pouco mais sobre essas iniciativas? Confira!

Atento

A multinacional de contact center possui algumas ações e políticas estruturadas para diversidade e é parceira da TransEmpregos.

Com isso, a empresa valoriza a atração e contratação de profissionais transgêneros e tem participação ativa em feiras de emprego e na busca nesse nicho da sigla LGBTQIA+.

Para incentivar essa ação dentro da empresa e não apenas na contratação, desde 2013, a empresa, em suas diversas sedes pelo mundo, adotou uso de banheiros de acordo com a identidade de gênero e não sexo, crachá social e estímulo ao uso de roupas e comportamento associadas à como de fato as pessoas são no dia a dia, não moldando-as dentro de um ambiente regrado e empresarial.

Ambev

A Ambev, famosa por seus programas de estágios e trainees, ainda não tem um modelo de contratação exclusiva para pessoas LGBTQIA+, mas garante que esse é um ponto sempre observado dentro dos processos para inclusão de todos os perfis de pessoas.

Além disso, desde 2016 a empresa conta com o grupo Larger – Lesbian & Gay & Everyone, que discute práticas de bem-estar e inclusão de LGBTs no ambiente de trabalho e funciona como uma espécie de “rede de apoio” para todos.

É importante ressaltar que, mais do que contratar, é preciso educar as pessoas para a cultura de diversidade para que todos os colaboradores se sintam pertencentes aos ambientes e não sofram com preconceitos, injúrias, racismos ou qualquer outro tipo de assédio dentro do ambiente de trabalho.

EDP

A EDP, responsável pela distribuição de energia elétrica, que opera no estado de São Paulo e no Espírito Santo, também possui programas e comitês para Inclusão e Diversidade.

O programa inclui seis grupos de afinidade, sendo um deles focado no coletivo LGTB. Esse, inclusive, é um dos maiores da empresa.

Junto a essas ações, a empresa vem reformulando seu canal de ética, para incentivar a denúncia de expressões como LGBTfobia e tem assumido um compromisso para promover um ambiente de segurança psicológica para que as pessoas se sintam respeitadas e seguras de serem quem são.

No ramo de recrutamento, a empresa participou e deu patrocínio inédito à Feira Diversa, maior evento de recrutamento de jovens LGBTQIA+ e focou na atração desses profissionais para compor seu quadro de funcionários.

Camaleao.co

Além de empresas que já estão pensando em programas para diversidade, inclusão e manutenção de um espaço de segurança para todos, existem também algumas organizações e consultorias que buscam justamente fomentar o mercado para os profissionais LGBTQIA+.

É o caso da camaleão.co, uma plataforma que conecta recrutadores inclusivos a um vasto banco de talentos com os mais diversos perfis.

Maira Reis, a fundadora da empresa, começou a atuar nesse sentido quando passou a receber currículos de pessoas LGBTQIA+ em seu LinkedIn e, para não deixar os currículos parados, teve a ideia de criar um negócio para conectar pessoas às empresas.

Mais do que isso, a consultoria atua para que as empresas criem ações de diversidade e se preocupem verdadeiramente com todos os passos dessa jornada.

Essas são algumas das iniciativas já existentes no mercado, que começa a caminhar se preocupando com a diversidade dentro dos negócios. Como sua empresa está olhando para esse tema? Aproveite nossa lista e inspire-se!