Saúde 

S. Bárbara zera fila de ultrassom obstétrico


A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste zerou a fila de ultrassom obstétrico. A demanda acumulada ao longo dos últimos anos chegou a 800 pacientes que necessitavam do procedimento. Para que o resultado fosse alcançado, a Administração Municipal investiu em um novo Centro Médico de Especialidades, mais amplo e estruturado, que possibilita a realização de um número maior de exames. Também houve a aquisição de novos exames, além da intensificação dos exames realizados no Centro de Referência em Saúde da Mulher, e contratação de mais profissionais.

 

“Primeiro foi necessário um grande enfrentamento para mudar a infraestrutura dos locais de atendimento da saúde para a população de Santa Bárbara. Alguns locais não faziam justiça aos impostos que as pessoas pagam na cidade. Com isso, fizemos uma grande ação em relação a esse exame, porque temos mais condições e estrutura”, comentou o prefeito Denis Andia.

 

Além de zerar a fila de ultrassom obstétrico, desde o ano passado o Município vem trabalhando para atender a demanda de outras especialidades. Até o momento, também já foram zeradas a demanda de 2,5 mil pacientes que necessitavam da cirurgia de catarata, além da cirurgia de glaucoma e exames de mamografia. “Zeramos mais essa fila. As pessoas que estão agendando nas UBSs já constam na rotina normal de exames. De especialidade em especialidade vamos avançando”, disse o prefeito.

 

Segundo o secretário de Saúde, Dr. Dreison Iatarola, o ultrassom obstétrico é de grande importância no acompanhamento pré-natal, constituindo uma das principais ferramentas para a avaliação do desenvolvimento fetal. “Para vencer mais este desafio, foi necessário um forte investimento da Prefeitura. Todos estes avanços só foram possíveis graças à determinação do prefeito Denis Andia e de toda a equipe da saúde, que trabalharam incessantemente em busca deste objetivo”, explicou. “O pedido do exame é feito durante o pré-natal pelo ginecologista obstetra ou pela enfermeira da UBS (Unidade Básica de Saúde), onde a gestante é atendida”, concluiu o secretário.

 

Grupo de Gestantes

 

O Município mantém o Grupo de Gestantes em todas as UBSs da cidade. O objetivo é favorecer a troca de experiências entre as mulheres e os profissionais de saúde. As ações educativas durante o pré-natal são fundamentais para abordar temas como modificações corporais e emocionais, sintomas comuns na gravidez, alimentação, cuidados higiênicos, cuidados com as mamas, aleitamento materno, planejamento familiar, entre outros aspectos que visam deixar a gestante mais segura durante a gestação e no período pós-parto. A iniciativa é realizada conforme cronograma pré-estabelecido.

 

Foto: Arquivo

 

Assessoria de Imprensa

Comentários

Leia também...