S. Bárbara sedia Câmara Temática para mulheres da RMC

Santa Bárbara d’Oeste sediou nesta segunda-feira (6) a reunião mensal da Câmara Temática das Mulheres promovida pela Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas). Com o acolhimento do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos da Mulher (CMPDDM) de Santa Bárbara e Secretaria de Promoção Social, a reunião contou com a presença da Dra. Mike Sahling, Diretora Internacional Peace Womem Across the Globe – Mulheres pela paz ao redor do Mundo, que tem sede na Suíça, além de representantes das cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), conselhos municipais e ONGs (Organizações Não Governamentais) ligadas ao tema. O encontro ocorreu no Museu da Água e teve também a palestra sobre políticas de consórcios – experiência da Região do Grande ABCD Paulista, ministrada pela professora Dra. Dagmar Silva Pinto, docente pós-graduação Universidade Metodista de Piracicaba.

 

A reunião discutiu a participação das cidades da RMC na Campanha Internacional 16 dias de Ativismo contra a Violência de Gênero, que realizam anualmente ações e debates com foco na relação entre armas leves e violência contra as mulheres. A presidente do Conselho da Mulher, Ione da Silva, afirmou que o objetivo da Campanha é reunir organizações de várias partes do mundo para discutir questões sobre a paz, o desarmamento e a defesa dos direitos humanos. “Em Santa Bárbara, em parceria com o Poder Público, temos viabilizado políticas que integram as mulheres com o objetivo de fortalecer os organismos de políticas públicas para as mulheres nos municípios que formam a RMC”, comentou.

 

A Campanha na região, segundo a secretária de Promoção Social, Maria Cristina da Silva, será de 20 de novembro a 5 de dezembro. “No mundo inteiro, inclusive no Brasil, os movimentos sociais e instituições de defesa dos direitos da mulher organizam atividades de sensibilização para chamar a atenção das pessoas para a mulher. É com muita alegria que sediamos essa reunião em Santa Bárbara”, disse. “Na terça-feira (07), a Dra. Mike estará presente na reunião do Conselho Municipal das Mulheres de Santa Bárbara”, complementou.

 

A iniciativa, desde 1991, é realizada todo ano pelo Centro para a Liderança Global das Mulheres (CWGL, por sua sigla em inglês) da Universidade de Rutgers, nos Estados Unidos, com a participação das integrantes da Rede Internacional de Ação sobre as Armas Pequenas (Iansa, por sua sigla em inglês). Hoje, cerca de 150 países desenvolvem esta Campanha.  No Brasil, a campanha é realizada desde 2003 por meio de ações de mobilização e esclarecimento sobre o tema. No país, o início da Campanha foi antecipado para o dia 20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra – pelo reconhecimento da opressão e discriminação históricas contra a população negra e, especialmente, as mulheres negras brasileiras que são as principais vítimas da violência de gênero.
Ações

 

Em parceria com o Conselho da Mulher e Prefeitura, a Associação de Promotoras Legais Populares “Cida da Terra”, de Campinas e Região promove desde junho o curso “Promotoras Legais Populares”. Quarenta mulheres se encontram aos sábados no CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados) de Santa Bárbara d’Oeste, no Planalto do Sol, para aprender sobre justiça, direitos e equipamentos sociais de atendimento e defesa dos direitos humanos de trato no combate à violência.
O projeto Promotoras Legais Populares consiste num curso popular de Educação em Direitos visando o empoderamento de mulheres de comunidades para serem células multiplicadoras do acesso a justiça, acesso equipamentos de defesa de mulheres em situação de vulnerabilidade e compromisso com a defesa dos Direitos Humanos das Mulheres. O projeto nasceu em países da América Latina e veio para o Brasil em 1992 por meio da União de Mulheres de São Paulo e da ONG Themis do Rio Grande do Sul.

 

Foto: Luís Eduardo Deffanti

 

Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas