Quarteto é investigado por ataque a caixas eletrônicos


A Polícia Civil prendeu quatro homens suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em explosões de caixas eletrônicos, invasões de empresas de transporte de valores e de cargas. A ação aconteceu na manhã desta quarta-feira (18) em Campo Limpo, na zona sul da Capital.

As equipes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) desfecharam a ofensiva depois de descobrirem que o bando pretendia realizar um ataque milionário a um alvo na cidade de São Paulo. O quarteto acabou detido antes do encontro no qual receberiam armamento.

As apurações continuam para localizar o arsenal e outros envolvidos. Entre os crimes investigados está a explosões equipamentos de autoatendimento em um hospital Regional de Sorocaba, no interior de São Paulo. O crime aconteceu em setembro.

As apurações foram desenvolvidas por integrantes da 2ª Patrimônio (Delegacia de Investigações sobre Crimes Patrimoniais de Intervenção Estratégica). A ação contou com 30 policiais, inclusive do Grupo Especial de Reação (GER).

Durante as buscas, as equipes “estouraram” um depósito contendo 175 decodificadores de televisão a cabo e uma fábrica de equipamentos similares a videopôquer, mas conhecidos como “junkbox”. Um homem foi preso por receptação e jogo de azar.

As equipes da 2ª Patrimônio e GER prenderam os integrantes da quadrilha e também detiveram o homem responsável pela fábrica de “junkbox”.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

Comentários

Notícias relacionadas