Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Procon de Nova Odessa dá dicas para compra dos ovos de Páscoa


Atenção às datas de validade e peso são fundamentais; numeração dos produtos também varia de um fabricante para o outro

 

O dia mais doce do ano está chegando e para evitar surpresas amargas é preciso alguns cuidados na hora de comprar os tão esperados ovos de Páscoa. Data de validade, recomendações do produto e atenção ao peso indicado nas embalagens são algumas das recomendações do Procon (Órgão de Defesa do Consumidor) de Nova Odessa para que você possa aproveitar a data sem dores de cabeça.

 

Antes de comprar é importante pesquisar. É preciso estar atento não apenas ao preço, mas também à qualidade dos produtos, avaliando bem o que cabe no bolso”, orienta o diretor do Procon, Elvis Ricardo Maurício Garcia.

 

Em tempos de crise financeira, uma dica dada por ele é considerar, por exemplo, substituir os tradicionais ovos por barras de chocolate ou caixas de bombom. “Estes produtos têm um custo bem menor e são ótima opção para quem quer presentear sem gastar muito”, disse.

 

Uma vez definido o tipo do produto, é importante observar antes da compra os rótulos das embalagens, que devem conter informações como data de validade, peso líquido e ainda lista de ingredientes e composição. “Existem pessoas que são intolerantes a determinados ingredientes, como açúcar ou glúten, por exemplo. É preciso que na embalagem o consumidor consiga ver todas as informações necessárias”, disse Garcia.

 

O diretor orientou ainda que, na hora da compra, os pais evitem levar as crianças, já que elas são facilmente impactadas pela influência do marketing e acabam querendo produtos que, nem sempre, caracterizam um bom custo x benefício.

 

O peso dos ovos de chocolate também merecem atenção especial. “As numerações indicadas nas embalagens não são equivalentes entre as marcas. E quando houver inclusão de brinquedos no interior do produto, é necessário observar se a embalagem possui o selo com a idade recomendável e certificação”, explicou o diretor.

 

Garcia disse ser importante também observar as condições de armazenamento dos produtos, observar se estão longe, por exemplo, de produtos de limpeza ou fonte de calor, e se atentar a sinais de violação do conteúdo, furos e amassados que possam permitir a contaminação.

 

FEITO EM CASA – Para quem optar por ovos de chocolate e bombons caseiros, o diretor do Procon orienta solicitar uma visita à cozinha e a degustação do produto antes da compra. “Os fornecedores de produtos fabricados artesanalmente, além de terem de seguir as mesmas regras de comercialização dos industrializados, também são obrigados a fornecer nota fiscal. Ela é a principal garantia do consumidor em caso de troca ou reclamação”, disse Garcia.

 

Outras informações podem ser obtidas diretamente no Procon, que fica na Avenida João Pessoa, 1300. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. O telefone é 3476-3261.

 

Comentários

Dennis Moraes