Saúde 

Campanha “Todos Juntos Contra o Aedes Aegypti” já recolheu mais de 2 toneladas de criadouros


A campanha “Todos Juntos Contra o Aedes Aegypti”, promovida pela Prefeitura de Santa Bárbara d´Oeste, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, já recolheu mais de 2 toneladas de criadouros. No sábado (19) os agentes de controle de endemias e agentes comunitários de saúde visitaram mais de 900 imóveis, com orientações aos moradores e retirada de possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. A ação foi realizada nos bairros Vila Linópolis, Vila Aparecida, Santa Luzia e Jardim Primavera. Um caminhão esteve no local para transportar o material recolhido.

A campanha vem sendo realizada aos sábados, com o objetivo de intensificar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti no município. No próximo sábado (26), o serviço será realizado nos bairros Jardim das Orquídeas e Vila Rica, no período das 8 às 14 horas. “A intensificação das ações aos sábados têm sido de grande importância para o combate ao mosquito Aedes aegypti. Desde o início de março, apenas aos sábados, os agentes já visitaram 2.897 imóveis, levando informações sobre medidas preventivas para aproximadamente 3 mil famílias. Além disso, já recolhemos mais de 2 toneladas de objetos que poderiam servir de possíveis criadouros”, destacou o chefe do setor de controle de endemias, Luiz Eduardo Chimello de Oliveira.

A Prefeitura segue diariamente ações de controle do vetor realizadas pelos agentes de controle de endemias, como as visitas domiciliares para inspeção e orientação à população quanto às medidas preventivas, bloqueio, controle e retirada de criadouros, nebulização e bloqueio de transmissão, visita a pontos estratégicos e imóveis especiais, busca ativa de suspeitos e atividades de informação, educação e comunicação à população. Todas as ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya são realizadas ininterruptamente durante todo o ano, que resultou na redução de 35% dos casos de dengue em 2015 em Santa Bárbara d’Oeste.

Assessoria de imprensa

Comentários

Leia também...