Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Por que o home office pode melhorar a diversidade na sua empresa?

Investir em diversidade é essencial e a modalidade de trabalho fora da empresa pode fomentar essa ação

Atrair, treinar, reter talentos e diminuir turnover é essencial dentro das empresas e ter ambientes colaborativos, diversos e com cultura e clima organizacional é mais do que necessário para construir um local saudável.

Ter ambientes com diversidade significa desenvolver a organização ao adotar posturas reais e maduras dentro da pluralidade da sociedade e isso significa acolher os colaboradores, incentivar os mais diversos perfis e apoiar a inclusão nos ambientes.

Muitas empresas já contam com ações para diversidade, mas o home office impulsionou ainda mais essa antiga tendência que, atualmente, é uma necessidade real.

A diversidade nas empresas

Pode-se definir diversidade como um conjunto de pessoas com características e qualidades diferentes que façam parte de grupos culturais também distintos.

Quando falamos em organizações, a diversidade pode ser compreendida por profissionais que apresentam diferentes idades, etnias, necessidades especiais, religiões, crenças variadas, orientações sexuais, classes sociais, gêneros, culturas, entre outros.

Devemos dizer que a diversidade inclui realmente muitos perfis e pessoas dentro do local. Não adianta ter um negro e uma mulher dizer que a empresa preza por diversidade.

É preciso que os grupos se misturem e que as pessoas ocupem as mais diferentes posições, inclusive as de liderança.

É importante dizer que ser diversos não é apenas contratar pessoas com características diferentes entre si, mas também promover um ambiente saudável para todos aqueles que fazem parte dele.

Mais do que isso, tais características não devem ser levadas em conta no momento da seleção para a decisão do candidato, mas sim sua capacidade técnica e comportamental que deve ser avaliada.

Contar com pessoas diversas, que vivenciam diferentes situações e compõem muitas amostras do mundo faz com que os colaboradores tenham ideias amplas e contribuam para o sucesso do negócio.

Vale dizer que existem leis, como a Lei Nº 8.213, de 24 de julho de 1991, que determina que as empresas com mais de 100 funcionários tenham em seu quadro de profissionais determinado percentual de pessoas com deficiência.

Porém, diversidade é muito mais do que um simples número para cumprir leis. Diversidade nas empresas tem a ver com os valores pregados pelas instituições e seu compromisso com a igualdade social.

A diversidade e o home office

O home office se instalou de vez no mundo organizacional com a crise sanitária causada pela pandemia e, muitas empresas entenderam que esse modelo funciona bem e seguirão com a modalidade.

Mesmo com o avanço da vacinação e retomada das atividades, para muitos daqueles trabalhos que podem ser realizados por home office, a tendência é que eles sigam – mesmo que de forma híbrida.

Com essa possibilidade de trabalhar de casa, a diversidade pode ser ainda mais fomentada dentro dos negócios e diversos aspectos positivos ocorrem com a adoção dessa modalidade.

Contratação de pessoas com deficiência

Quando falamos em pessoas com algum tipo de deficiência, nem sempre as empresas contam com locais adequados e equipamentos para incluir esse tipo de profissional e esse é um grande problema enfrentado no mudo corporativo.

Com o home office, torna-se possível incluir diversos profissionais nesse perfil, afinal, ele estará em sua própria casa. É claro que, assim como qualquer outro colaborador, é preciso enviar ferramentas e equipamentos e é preciso ter atenção às necessidades especiais, mas a falta de estrutura deixa de ser um problema.

Contratação de mulheres

As mulheres, muitas vezes, sofrem no mercado de trabalho e se veem obrigadas a parar de exercerem suas funções para cuidar da casa, filhos, idosos e familiares no geral e, claro, sempre são questionadas por isso quando buscam por empregos.

Com o trabalho home office, muitas mulheres podem voltar ao trabalho depois de um período prolongado fora do ambiente corporativo e podem explorar áreas e carreiras que antes não eram reais por mudanças, viagens ou longas horas de trabalho longe de casa.

Contratação de culturas diferentes

Ao trabalhar em home office a empresa não precisa ficar presa a pessoas que moram perto do trabalho ou que estão dispostas a mudar. Sendo assim, é possível contratar profissionais de outras cidades, estados e até mesmo países.

Essa inserção de culturas é uma grande riqueza e passo para a diversidade, afinal, a multiplicidade de conhecimentos, vivências e experiências faz toda a diferença para inovação, crescimento e soluções no negócio.

O home office pode ser uma ajuda para a diversidade, mas é importante acompanhar essa ação de perto, conhecer suas pessoas, fomentar a cultura organizacional, respeitar pensamentos, opiniões e crenças e ter valores reais para a diversidade e não apenas para cumprir leis ou se tornar uma empresa bacana nas redes sociais.

A diversidade é essencial para o crescimento das organizações e profissionais e prezar por esse valor faz toda a diferença no mercado. O quanto a sua empresa tem olhado para esse aspecto? Olhe para essa estratégia e amplie seu ambiente!