Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

O que é uma aceleradora de startup?

Organização aceleram o crescimento de startups no mercado

As startups tomaram conta do mercado brasileiro e isso se deve bastante ao trabalho de estímulo a investimentos destes negócios. Nesse meio, as aceleradoras de startups surgem como uma alternativa para potencializar o desenvolvimento de novas startups, ajudando-as a se tornarem rentáveis no mercado.

Atualmente, existem startups dos mais diversos segmentos, de fintechs de cartão de crédito a previdência privada corporativa até streamings de música e filmes. E as aceleradoras de startups são responsáveis pela construção de boa parte das startups brasileiras.

O que faz uma aceleradora de startups?

Como o nome já indica, uma aceleradora de startups é uma organização focada em agilizar o processo de crescimento de um negócio. Startups são empresas que visam escalabilidade e as aceleradoras ajudam nesse processo para que a ideia se prove e ganhe corpo para que a empresa consiga, num segundo momento, captar recursos.

Assim, as aceleradoras oferecem diversas ferramentas de desenvolvimento como mentorias e consultorias especializadas, aportes financeiros e networking com outros empreendedores. O objetivo é que os empreendedores consigam ter os recursos necessários para escalarem suas startups no mercado.

Como uma aceleradora de startups funciona?

O funcionamento de uma aceleradora de startups é bem simples. Os empreendedores devem fazer sua inscrição em uma aceleradora. Eles devem passar por um processo seletivo, e se tiverem seu projeto escolhido, podem fazer parte da aceleradora.

É importante frisar que cada aceleradora de startups tem seu próprio seletivo com características específicas. As startups aprovadas no programa de aceleração assinam contrato, que geralmente estipula que parte de seus lucros fique com a aceleradora, em troca de investimento e orientação para impulsionamento do negócio.

Durante o programa de aceleração, a equipe da startup participa de mentorias sobre gestão de negócio, finanças, treinamentos específicos, além de terem contato com executivos de grandes empresas e equipes de outras startups que estão participando do programa.

Dessa maneira, eles podem usar dessas ferramentas para estruturar e fomentar seus negócios. E assim, o processo de criação de uma startup se torna mais ágil. Uma aceleradora de startups ajuda em todos os pontos importantes para o crescimento de uma startup, desde a captação de recursos até estruturação da ideia do negócio, passando pela gestão da empresa.

Aceleradora x Incubadora

Muitos confundem uma aceleradora de startups com as incubadoras. As incubadoras de startups são organizações focadas em incentivar inovação e desenvolvimento de novas tecnologias.

Geralmente, as incubadoras trabalham com empresas de nichos específicos, já aceleradoras realizam programas com startups de diversos segmentos e que focam na escalabilidade. Em sua maioria, as aceleradoras são administradas por outros empreendedores ou por investidores-anjo, já incubadoras são geridas por executivos.

A incubadora realiza um processo de consultoria com startups, enquanto as aceleradoras oferecem mais ferramentas para as empresas, que vão desde mentorias a treinamentos e proporcionam conexões com outros empreendedores.

Quais são as principais vantagens das aceleradoras de startups?

Em média, uma startup permanece cerca de 8 meses em um programa de aceleração. Esse tempo é o período necessário para romper a barreira inicial e iniciar a sua operação no mercado. Confira abaixo quais são as principais vantagens das aceleradoras de startups:

Espaço de compartilhamento de conhecimentos

As aceleradoras de startups são ambientes em que há uma troca intensa de conhecimentos entre empreendedores de diversas áreas e mentores especializados em gestão de negócios. Os programas de aceleração são uma forma de ter acesso a conhecimentos sobre gestão, negociação, networking, gestão de crises e captação de investimentos.

Interação com outras startups

Dentro do programa de aceleração, empreendedores podem ter acesso a interação com outras startups. Em muitos casos, a aceleradora é comandada por CEO de outras startups, o que aumenta ainda mais a possibilidade de networking com empresas de renome no mercado.

Essa é a melhor maneira de conquistar espaço no mercado por meio das parcerias comerciais. Uma boa rede de contatos é importantíssima para qualquer negócio e nas aceleradoras, os empreendedores têm todas as ferramentas para fazer um bom networking. Se bem trabalhado, uma startup pode construir relações de alto valor durante o programa de aceleração.

Aporte financeiro inicial para o desenvolvimento do negócio

Muitas aceleradoras de startups fazem pequenos investimentos nas startups aprovadas em seus programas de aceleração. Esse é o que pode ser chamado de “dinheiro de sobrevivência”, capital inicial que ajuda os empreendedores a financiarem seus negócios e organizarem sua vida pessoal durante a duração do programa.

Esse dinheiro serve para que a ideia possa ser testada e aprimorada e para que os empreendedores possam focar 100% no desenvolvimento do negócio. Em troca, as startups assinam contratos em que aceitam ceder um percentual de seus ganhos futuros para a aceleradora.

Facilita a captação de investimentos

Os investidores têm acesso às startups que participam do processo de seleção dos programas de aceleração. Eles podem inclusive participar do processo, auxiliando na aprovação e no desenvolvimento do negócio prestando mentoria, por exemplo.

Durante o programa, eles podem ser uma porta de entrada para garantir os investimentos iniciais para garantir a escalabilidade do negócio.

Se você tem uma ideia escalável e inovadora, corra atrás e monte sua própria startup. Agora, você conhece um caminho que pode ajudar a acelerar o surgimento do negócio. As aceleradoras de startups são fundamentais para o crescimento destas empresas no país.