Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Moda do comeback: porque os estilos de moda do passado retornam?

Moda está sempre em movimento e é por isso que aquelas peças que fizeram sucesso na época dos nossos pais e avós estão de volta, ou podem voltar em breve. Entenda.

 

Se você já viveu algumas décadas, provavelmente já viu de volta à moda peças que eram presenças frequentes na sua infância. Se você tem várias décadas de vida, é bem  possível que já tenha observado esse ir e vir mais de uma vez e notado que as tendências vão e voltam num movimento cíclico.

 

Quem acompanha as notícias do universo da moda sabe que a cada temporada as marcas lançam novas coleções. Acontece que essas novidades nem sempre são tão inéditas assim. Várias são um comeback, ou seja, releituras do que já fez sucesso há algum tempo.

 

Entre as tendências de moda, o comeback está com tudo. Isso não é exatamente surpreendente já que os estilos retrô e vintage, que lembram o passado, estiveram presentes em praticamente todos os principais desfiles dos últimos anos.

 

Quem começou esse movimento foi a estilista Coco Chanel, no início do século XX. Na época, ela declarou ser contra a moda que não durasse. De lá para cá, vários nomes importantes do setor investiram em coleções inspiradas em outras épocas.

Está cada vez mais rápido?

Mesmo sabendo que esse é um movimento recorrente, muita gente acredita que a volta de alguns elementos à cena está cada vez mais rápida. Não é só impressão, isso está mesmo acontecendo. Alguns especialistas no assunto afirmam que isso ocorre, atualmente, num ritmo até duas vezes mais rápido.

 

O motivo é que, num mundo cada vez mais dinâmico, o período em que as coisas do passado voltam a ter destaque, é cada vez menor. Até mesmo as peças consideradas extravagantes, como as famosas ombreiras, roupas com glitter ou os tecidos metalizados, voltam.

 

É importante ressaltar outro movimento que teve influência direta nesse: o consumo consciente. Com cada vez mais gente interessada em peças que tenham uma maior durabilidade, muitas coleções começaram a ser pensadas para durar por mais de uma temporada.

 

Sabendo disso, muita gente nem tem mais se desfeito dos itens que saem de moda. É só guardar no fundo da gaveta, visto que é bem provável que você vai poder usá-los novamente algumas estações à frente.

E os clássicos?

As peças classificadas como clássicos têm tudo a ver com isso. Em geral, são roupas e acessórios tão frequentemente recorrentes, que nunca saem de moda. Grande parte dessas peças foram sucesso entre os anos 1980 e 1990. Estampas de listras e bolinhas são um bom exemplo disso.

 

Além de poderem ser usados em qualquer época, os padrões que ganham esse título viram símbolos de elegância, o que também quer dizer que eles podem ser usados em praticamente qualquer lugar.

 

Em geral, os clássicos andam lado a lado com as novidades da moda, seja em peças que mesclam o antigo e o moderno, seja em composições que misturam elementos de estilos diversos ou de diferentes épocas.

Como sei o que usar?

A velocidade das mudanças pode acabar deixando muita gente perdida. A dica para quem faz questão de saber o que está em alta é ficar de olho nas passarelas, no que os influenciadores estão exibindo em suas redes sociais e também nos lançamentos das marcas.

 

No entanto, a rapidez com a qual as mudanças acontecem está gerando também outro fenômeno: a criação de mais clássicos. Isso quer dizer que cada um pode usar o que gosta e tem a ver com o seu próprio estilo, porque os comentários de que aquele look pode ser “datado” devem ficar cada vez menos frequentes.