Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Mazinho Quevedo recebe título de cidadão americanense em sessão solene nesta terça (15)


Câmara entrega as honrarias em sessão solene nesta terça-feira

 

A Câmara Municipal de Americana realiza nesta terça-feira (15) sessão solene para entrega de medalha de mérito “Herbert de Souza – Betinho” ao senhor Roberto Faé e de título de cidadão americanense ao senhor Osmar Lucianetti Quevedo, o Mazinho Quevedo

As homenagens foram motivadas por projeto de decreto legislativo de autoria do vereador Dr. Ulisses Silveira (PV). A solenidade tem início às 19h30 e acontece no auditório do Centro de Cultura e Lazer de Americana (CCL) – Avenida Brasil, 1293 – Parque Residencial Nardini.

A honraria medalha “Herbert de Souza” foi instituída em 2008 na Câmara Municipal, através de decreto legislativo de autoria do vereador Oswaldo Nogueira (DEM). O objetivo é homenagear as pessoas e instituições que se destacaram na área social e mobilização popular.

O título de cidadão americanense é entregue a pessoas nascidas em outras cidades e que se destacaram em suas atividades no município.

Osmar Lucianetti Quevedo (Mazinho Quevedo)

Nascido em Adamantina, interior de São Paulo, começou a tocar viola com dez anos de idade, influenciado pela música caipira autêntica. O aprendizado se deu através da observação e comparação com outros músicos e principalmente com os discos e fitas, criando assim, um estilo próprio de solar a viola.

 

Mazinho Quevedo é considerado um dos maiores músicos do Brasil na atualidade, sendo reconhecido também na Alemanha e Portugal como representante da música caipira e da viola brasileira.

 

Roberto Faé

Nascido em Americana em 21 de junho de 1951. Casado com Maria Regina Pereira Leite Faé, pai de Thiago, Thalita e Thomas. Avô de Enrico, Giovani, Laura e Davi. Desde muito jovem, trabalhou entregando leite e compras no armazém do Sr. Bumussa. Ao mesmo tempo, ajudava na empresa da família, a Têxtil Irmãos Faé Ltda. Iniciou sua trajetória no comércio vendendo tecidos bordados que adquiria em Ibitinga (SP).

Adquiriu uma indústria em São Paulo (Corttex) e a trouxe para Americana. Por 40 anos, foi proprietário, também, de uma das lojas mais antigas de Americana, a Fatex. Atualmente, Roberto Faé é um dos mais bem sucedidos e reconhecidos empresários da indústria têxtil brasileira, com atividades em Americana e nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Recentemente, foi quem intermediou a parceria público-privada entre a Prefeitura de Americana e empresários da região para a conclusão da reforma do Teatro Municipal Lulu Benencase sendo, também, um dos doadores. Além disso, realizou doações, também, para a construção da nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Francisco. Foi agraciado em 2010 com o título de cidadão emérito de Americana e, em 2009, com o título de cidadão sul-mato-grossense pela assembleia legislativa do estado.

 

 

Assessoria de imprensa

Comentários

Dennis Moraes