Limeira: Após denúncias do vereador Zé da Mix, MP instaura inquérito para apurar possíveis viagens com ônibus da Prefeitura para fins particulares


Para parlamentar, não pode haver desleixo com o dinheiro público

 

O Ministério Público (MP) de Limeira instaurou Inquérito Civil Público para investigar as denúncias apresentadas pelo vereador José Roberto Bernardo (Zé da Mix) sobre o possível uso de recursos públicos para a realização de viagens por meio de frota municipal para fins particulares com ônibus da Secretaria de Educação.

Em seu despacho, o promotor de Justiça, Luiz Alberto Segalla Bevilacqua, considerou as peças de informações enviadas pelo vereador Zé da Mix ao MP, para apuração do uso dos veículos da frota municipal para viagens particulares, “relacionadas como excursões a diversas cidades turísticas do Estado de São Paulo”. Para o promotor, o inquérito é necessário pela possível utilização irregular de recursos particulares, pedágios e demais gastos advindos desses traslados.

Para a Educação, Bevilacqua solicitou que sejam encaminhadas a qualificação dos motoristas lotados no município, bem como de uma funcionária da Escola Maria Aparecida de Luca Moore; a legislação que regulamenta o programa Escola da Família e as relações dos participantes e funcionários das datas em que ocorreram as viagens; além da listagem própria, a discriminação dos gastos públicos e a relação das viagens realizadas (e a realizar) relacionadas ao citado programa, contendo, especificamente, os locais de destino.

Para o vereador Zé da Mix, a instauração do Inquérito Civil Público é importante para que o MP contribua com essa investigação. “Uma das nossas funções na Câmara é a de fiscalização. Queremos que todos os fatos sejam devidamente esclarecidos e, mais que isso, que não ocorra, em nenhuma hipótese, desleixo com o dinheiro público, pois tudo precisa caminhar conforme o que está na lei”, disse o parlamentar.

 

 

Assessoria de imprensa

Comentários

Notícias relacionadas