Virada 2016 terá noite e madrugada do rock na Estação Cultural


As guitarras vão vibrar na Estação Cultural durante a Virada Cultural Paulista 2016 em Santa Bárbara d’Oeste. A “noite e madrugada do rock” contará com bandas da cidade e região, trazendo músicas consagradas do bom e velho rock ‘n’ roll. Já pela manhã, o ritmo muda para o sertanejo, forró, samba, pagode, entre outros. Com entrada gratuita, a Virada acontece entre os dias 14 e 15 de maio durante 24 horas ininterruptas. Serão 47 atrações em cinco diferentes pontos da cidade, no CSU (Centro Social Urbano), Teatro Municipal Manoel Lyra, Biblioteca Pública Municipal “Maria Aparecida de Almeida Nogueira” (Centro), Museu da Imigração e Estação Cultural.

 

Abrindo a noite durante a edição 2016 da Virada, a banda Speed Kings apresentará às 19h30 com o melhor do hard rock, mas sem esquecer as influências do blues, do progressivo e do rock clássico. Em seguida a Banda Fly End, às 20h30, animará o público ao som do rock nacional e internacional em meio aos clássicos dos anos 80 e 90, como Tim Maia, Jota Quest, Camisa de Vênus, Titãs, Barão Vermelho, U2, Pink Floyd, Oasis, Creedence Clearwater Revival, entre outros.

 

Já às 21h30 sobe ao palco a banda Banda Gettin’ The Crime (GTC) com inúmeros clássicos do rock n’ roll com bandas como Pink Floyd, Led Zeppelin, Creedence Clearwater Revival, Guns N’ Roses, Kiss, AC/DC, Van Halen, Deep Purple, Black Sabbath, Iron Maiden e também bandas nacionais como Raul Seixas, Legião Urbana, Titãs entre outros.

 

Às 23h30 será a vez da banda Pavelow. A variedade do repertório do grupo privilegia de um lado, os hits clássicos internacionais que fizeram o maior sucesso nas rádios, e de outro, abre espaço para novas experiências com os lançamentos do momento. Na sequência, já na madrugada, a Virada terá a banda Jeff The Back, à meia noite e meia, com muito rock nacional com covers de Velhas Virgens, Raul Seixas, Casa das Máquinas, Camisa de Vênus, Ultraje a Rigor, entre outras, e também músicas de composição próprias.

 

Revivendo os Mamonas Assassinas, a banda Lua Nua traz seu show, às 1h30, que se inspira na comédia e no bom humor, fazendo o show cover dos Mamonas Assassinas, tocando todos os sucessos do grupo e mais algumas músicas extras da primeira formação que foi a Utopia. Eles se apresentarão com fantasias idênticas, cabelos pintados, performance bem copiadas, som instrumental e vocais idênticos ao dos Mamonas, tudo aos mínimos detalhes e pouco improvisos. Como parte da programação, com seu rock ‘n’ roll de pegada moderna e contagiante, a Banda The Ground, às 2h30, toca seu som repleto de grandes sucessos internacionais e de bandas atuais como, Kings of Leon, U2, Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam, Foo Figthers, Coldplay e Muse, entre outras.

 

Fechando com chave de ouro a noite e madrugada da Virada 2016, o destaque da noite ficará por conta da banda Legião Urbana Cover do Brasil, às 3h30. Há 15 anos impressionando o público com a qualidade técnica do vocalista e dos músicos, a Legião Urbana Cover do Brasil é uma das pioneiras no país.

 

Formada em 2000, a banda já fez muitos tributos a Renato Russo por todo o Brasil, passando pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Pará e Amazônia. O repertório conta com mais de 70 músicas, incluindo os grandes hits da Legião Urbana, as pedidas “lado B” e algumas da carreira solo do cantor Renato Russo, como as italianas.

Manhã na Estação

 

Às 7 horas a programação segue com Corporação Musical União Barbarense. O grupo com 118 anos de atividade ininterrupta entrará no palco às 10 horas. Os músicos da corporação desenvolvem trabalho voluntário e atualmente conta com 25 músicos. O repertório é composto por dobrado oficial, marchas, samba, bolero, valsa e choro.

 

Animando ao público, às 8 horas a Virada na Estação terá Banda Forrojáh com o melhor do forró. Já às 9h30 sobe ao palco o Clube do Samba. O grupo surgiu em São Paulo nos anos 80. A proposta musical do grupo é atingir todas as faixas etárias com canções de Ataulpho Alves, Noel Rosa, Beth Carvalho, Cartola, Nelson Cavaquinho, João Nogueira, Monarco, Manaceia, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Guilherme de Brito, Lupicínio Rodrigues, Carmem Miranda, Candeia, Noel Rosa, Roberto Ribeiro, Ciro Monteiro, Clara Nunes, Jamelão, Geraldo Filme, Adoniran Barbosa, Martinho da Vila, Ismael Silva, Wilson Moreira, Nelson Sargento, Ary Barroso, entre outros.

 

Para fechar a programação da Estação na Virada, às 11 horas, terá o grupo Alto Astral. O grupo tem como estilo predominante dos gêneros musicais de samba e samba de enredo e trabalha com amplo repertório de músicas de sucessos tocadas em rádio e televisão, em principal as antigas que marcaram época, e estão presentes na memória das pessoas que curtem um samba da antiga, além de alguns hits de MPB, em estilo de samba, como exemplo: Marisa Monte, Djavan, Simone, Demônios da Garoa, Alcione, entre outros. Há 19 anos consecutivos o Alto Astral realiza apresentações e animações de bailes populares.

 

A Virada Cultural Paulista 2016 será realizada pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, com o SESC-SP, e com apoio do MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo), Pensarte, Museu do Café e Cavalera.

 

Confira a programação atualizada completa:

 

CSU – CENTRO SOCIAL URBANO – AVENIDA DE CILLO, S/Nº – CENTRO

 

Sábado, 14 de maio

19h – Banda Old Radio

Intervalo – Tenda Workshop de Guitarra

20h – Browns Boogie – Estátua Viva

21h – Luna Maria e banda (The Voice Kids)

21h30 – Intervenção de Grafite

22h30 – Zezé Motta canta Caetano

23h59 – Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz

 

Domingo, 15 de maio

14h – Bleck a Bamba

15h30 – Tiê

17h – Vanguart

18h30 – Nação Zumbi

 

TEATRO MUNICIPAL MANOEL LYRA – RUA JOÃO XXIII, 61 –CENTRO

 

Sábado, 14 de Maio

18h – Orquestra Filarmônica Paulo Bellan

18h30 – ABERTURA OFICIAL

18h50 – Grupo Rodart por APAE Santa Bárbara

19h – Coral Municipal, Polo Guri e Coral Avencas

19h45 – Baque de Santa (Em frente ao Teatro)

20h45 – Espetáculo “N” por Cia Arte-Móvel

22h45 – Monólogos de Shakespeare – Grupo Ethos Teatro

 

Domingo, 15 de maio

00h30 – Stand up por Osvaldo Barros

14h – Mostra de Dança de Santa Bárbara d’Oeste pelas academias: Cia de Dança Juliana Daniel, Cia de Dança Giane Godoy, Grand Plié Studio de Dança, Cia de Dança JK, Laboratório da Dança, Arabesque Studio de Dança, Cia Dança Explosão Swingueira e Dança Icon-E Kpop.

 

ESTAÇÃO CULTURAL – AVENIDA TIRADENTES, Nº 2, CENTRO

 

Sábado, 14 de maio

19h30 – Banda Speed King

20h30 – Banda Fly End

21h30 – Banda GTC Getting’The Crime

23h30 – Banda Pavelow

 

Domingo, 15 de maio

00h30 – Banda Jeff The Back

1h30 – Banda Lua Nua

2h30 – Banda The Ground

3h30 – Banda Legião Urbana Cover do Brasil

7h – Corporação Musical União Barbarense

8h – Banda Forrojáh

9h30 – Clube do Samba

11h – Alto Astral

 

MUSEU DA IMIGRAÇÃO E BIBLIOTECA CENTRAL – RUA JOÃO LINO, 371 – CENTRO

 

Domingo, 15 de maio

9h – Mostra de Fotografia “Talentos de Santa Bárbara” (Sala de Exposições do Museu)

9h – Oficinas de “Artesanato Sustentável” por Elisabete Padovezi (Sala da Biblioteca)

9h e 10h30 – Oficina “Pintura sem Tinta” por Rosy Jesus Vaz (Intervenções sobre imagens fotográficas ao público adulto)

9h30 – Teatro Romeu e Julieta de Willian Shakespeare (Público Infantil)

10h – Palhaço Pipoquinha (Circo)

10h30 – “Histórias pra toda hora” – Cia Xekmat e Confraria do Conto

10h30 – Oficinas de “Artesanato Sustentável” por Elisabete Padovezi (Sala do Museu da Imigração)

9h – FAMAM (Fanfarra de Santa Bárbara) e Ginástica Rítmica União Barbarense

10h30 – Associação de Capoeira Santa Bárbara d’Oeste (Mestre Luisão)

9h às 12h – Pintura facial e Recreação por Planeta Criança

11h – “Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto” por Circo Teatro Palombar

 

Programação está sujeita a alterações.

 

Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas