Indaiatuba: Secretaria de desenvolvimento faz o balanço das atividades realizadas em 2014

O ano foi produtivo com a realização de vários eventos voltados para empresários

 

 

A Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, contabiliza as ações realizadas em 2014. De acordo com o secretário da pasta, Renato Stochi, o ano foi produtivo com a realização de vários eventos como a Feira das Indústrias, Festa das Frutas e Hortaliças, Seminários, palestras e capacitações para empresários.

De janeiro a setembro o município somou 42 novas Indústrias em seu parque fabril, tendo no total de 864. Além das indústrias foram abertos 439 novos comércios e 1.066 novos prestadores de serviço (pessoa física e jurídica), ficando no total com 4.614 comércios e 6.985 serviços. O emprego na cidade de janeiro a setembro teve uma variação de 0,78% com 32.574 admissões e 32.042 desligamentos ficando com o saldo positivo de 532 vagas.

Atendimentos realizados de janeiro a setembro no PAT (Posto do Atendimento ao Trabalhador) somaram 44.138 atendimentos, correspondendo à média de 4.900 mil atendimentos por mês. Janeiro foi o mês que mais somou atendimento com 5.943 seguido por julho que teve 5.595 atendimentos. Fatiando os serviços, de janeiro a setembro 21% dos atendidos eram novos candidatos e a mesma proporção foi para retorno. 25% foram atendidos no PAT para o Seguro Desemprego; 13% tiraram a Carteira de Trabalho e 7% foi pra orientação do Ministério do Trabalho; 7% ficaram com as vagas novas.

No Banco do Povo Paulista; de janeiro a setembro foram atendidas 1.145 pessoas, destas, foram concretizados 66 contratos de financiamento que somaram R$ 326.880,28. O posto do  Sebrae realizou em 2014 um total de 3.571 atendimentos, sendo: 2.889 atendimentos; e 16 palestras, cursos ou oficinas que abrangeram 682 participantes.

Para o Dimpe (Distrito Indústria de Micros e Pequenas Empresas) houve um trabalho de visitas e acompanhamento com o objetivo de orientar os contemplados para os prazos para regularização das empresas. Em novembro a situação encontrada para os 124 lotes foi: 85 empresas estão regularizadas no local; 24 empresas estão em atividades e providenciando a documentação; 10 empresas estão em construção; cinco empresas estão com o terreno vazio.

O Departamento de Indústria e Comércio realizou de janeiro a setembro entre balcão, e-mail e telefone um total de 890 atendimentos. O Núcleo de Comércio Exterior oferece o serviço gratuito de consultoria a fim de auxiliar os empresários a vencerem a burocracia relacionada às operações de comércio exterior. As consultorias são presenciais e acontecem com hora marcada na Secretaria de Desenvolvimento, no Paço Municipal. O atendimento também auxilia as empresas a entender e gerenciar os trâmites relacionados à logística internacional (incluindo o despacho aduaneiro), permitindo aos interessados realizar um estudo prévio, como a análise de viabilidade antes de fechar determinado contrato. De acordo com o secretário da pasta, para o ano que vem terá uma novidade para o setor. “Em 2015 vamos ampliar o atendimento e realizar a partir de fevereiro cafés da manhã com empresas de Indaiatuba para trocar informações e apresentar o serviço do Núcleo de Comércio Exterior, que visa discutir e melhorar os conhecimentos na área de Comex para aprimorar os procedimentos internos nesta área”, revela Renato.

A movimentação financeira foi menor em comparação com 2013 seguindo a dinâmica nacional que até setembro deste ano retraiu 2,26%, mas nos últimos meses voltou a crescer. De janeiro a setembro deste ano a balança comercial do município movimentou US$ 1.316.062.116. As exportações somaram US$ 350.359.766 e as importações US$ 965.702.350. Do montante exportado 76% foram direcionados para a Argentina; 8% para os Estados Unidos; 5% para Venezuela; 4% para Alemanha; 4% para o Japão e 3% para o México. As importações foram feitas por Indaiatuba principalmente do Japão que levou 38% do montante, seguido pelos Estados Unidos com 28%; Indaiatuba importou da China 18% do valor total; da Alemanha foram 8%; de Taiwan 5% e da Espanha 3%.

O Departamento de Turismo, este ano passou para a Secretaria de Desenvolvimento e trabalhou para fomentar o turismo local. Em 2014 foram realizados: Reunião Circuito das Frutas em Itatiba, Itupeva, Louveira, Janiru, Itatiba, Vinhedo, Jundiai, Morungaba e Valinhos; Indaiatuba by Bike; Festa das Frutas e Hortaliças; Ação de férias no Pólo Shopping com Balcão de Informações Turísticas; City Tour; Reunião de Prefeitos do Circuito das Frutas Jundiaí; criação do Passaporte de Turismo Rural do Circuito das Frutas que será lançado em Janeiro; Lançamento Revista Cidade & Cultura edição especial Circuito das Frutas; Chorinho na Praça e o Projeto Natal Iluminado 2014.

O secretário da pasta analisa o trabalho do setor durante este ano. “Foi um bom trabalho, tivemos um crescimento de empresas no distrito industrial, várias empresas estrangeiras estão vindo para a cidade. Tivemos uma boa adesão dos empresários nas palestras de capacitação para novas oportunidade e muitos já solicitaram novas palestras para 2015. Nossa Feira das Indústrias e Negócios foi um sucesso, com um público de quase 10 mil pessoas, assim como a Festa das Frutas e Hortaliças que atraiu mais de cinco mil pessoas”, conta Stochi.

 

EVENTOS

Em 2014 o principal evento foi a V Feira das Indústrias & Negócios de Indaiatuba e Região que este ano trouxe a inovação com palestras direcionadas aos empresários. Nos três dias de evento temas que passaram de Economia Brasileira, Plano de Marketing e Exportação visou capacitar o empresariado e forneceu ferramentas que os impulsionaram ao crescimento. A Feira das Indústrias teve o objetivo de mostrar a população os produtos fabricados no município e região, além de promover os negócios entre elas, movimentando a economia local e regional.

As empresas participantes foram: Action; Ametek; Amira, Argus, A7Studio; ATM; Bala Veículos; Big String, Birô 2000; Brilho Embalagens; BR Goods; BVS Valvulas; Blauen; Came do Brasil; Case Logística; Caldeira Industrial e Marítima; Casagrande Comunicação Visual; Ceime; Conceito; Controle Perini; Coverlight; Dalltech; Daran ; DSP NET; Embreauto; Fesamac; Finita;Fisiomag; Flexchange; Fluxcon; Glasshield; GTA Segurança; Hybond; Icobit Impermeabilizantes; Indaiá Bengalas; Indaiatuba Serv. de Troca de Óleo; Indamax; Inductotherm; Innomatec; Ivesa; Inova Empilhadeiras; Isofluid; J. Ferres; Kopa Tapetes; Kovelis, Laktus; Lev Bicicletas Elétricas, Machmetals; Marca Brindes; Manitec; Maxlan; Metal Sigrist; Metalúrgica Fuji; Metasil ; Mercedes Benz; Millanello; Mr. Bey; Prisma Projetos; Puriar; Purific; PW; Printline; RDB; Reducap; Rekiman Empilhadeiras; Remap; Rodomago;Rodonaves; Russer; Senior; Seriprint; Sethi; SEW; Shopstar; Solven; Still; Stolle Machinery;Sudoeste Ambiental;Tayo; Unexfort; Valleant; Veloauto; VDA Lubrificantes; Vmarc; Yanmar South América; Zonda Boats; Zumstein e Ampei (Associação das Micros e Pequenas Empresas de Indaiatuba).

Além de diversas palestras e seminários, também aconteceu a 4ª edição da Festa das Frutas e Hortaliças no Pavilhão da Viber que visou mostrar os produtos produzidos na zona rural de Indaiatuba. Passaram pelo local, cerca de 5.500 pessoas durante três dias de evento.  A festa contou com 65 stands entre frutas, hortaliças e artesanatos. O público pôde conferir também atrações de música e dança além de conhecer a fazendinha com exposição de pequenos animais.

A Secretaria de Desenvolvimento lançou o Catálogo das Indústrias 2014. O evento aconteceu no Hotel Vitória e contou com a participação de empresários locais. O objetivo deste produto é facilitar a comunicação com as empresas locais e fornecer à população um material concreto sobre o Parque Industrial do município. Este ano cerca de 350 empresas estão inscritas no Catálogo.

 

Crédito: Giuliano Miranda SCS/PMI

 

 

Comentários

Notícias relacionadas