Indaiatuba: Apesar da pior estiagem já registrada, SAAE garante abastecimento de água

Em 2014 choveu 36% menos que em 2013

 

Indaiatuba e todo Estado de São Paulo vêm enfrentando, desde o início do ano, uma estiagem atípica, a pior já registrada. No período de janeiro a setembro de 2014, choveu 36% a menos que no mesmo período de 2013. Apesar dessa situação crítica, o Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) tem garantido o abastecimento de água tratada à população, diferente da maioria das cidades da região. “Não está sendo fácil, temos trabalhado dia e noite para garantir que a população não fique sem água, e apesar dos problemas pontuais que tivemos, estamos conseguindo passar por esse período sem grandes problemas” comenta o superintendente do Saae, Nilson Gaspar. “Os investimentos realizados nos últimos anos pelo prefeito Reinaldo Nogueira, estão possibilitando que Indaiatuba passe por essa crise hídrica de forma controlada”, completa Gaspar.

A Prefeitura e o Saae tem realizado investimentos constantes na compra de novos equipamentos para aperfeiçoar o sistema de abastecimento, e também na ampliação da reservação de água tratada, na implantação do programa de combate às perdas de água nas redes de distribuição, a instalação do CCO (Centro de Controle de Operações) que controla à online o nível dos reservatórios e em obras e ações para ampliar a oferta de água bruta, como a construção da barragem do rio Capivari-Mirim e o reenquadramento do rio Jundiaí.

No momento, os mananciais dos quais o Saae se serve para captação estão com os níveis aceitáveis, porém, é importante que a população colabore não desperdiçando água. Em setembro houve aumento no consumo em relação a julho e agosto.

 

Foto: Giuliano Miranda

 

Comentários

Notícias relacionadas