Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Gamificação no processo de recrutamento: como funciona?

O momento da contratação normalmente é repleto de desafios dos mais diversos tipos. Por conta disso, é importante que a empresa saiba diferenciar sua forma de contratar, utilizando ferramentas como a gamificação para obter resultados positivos.

Encontrar as pessoas ideais para sua empresa é um processo que demanda uma atenção especial dos setores de RH (Recursos Humanos), e por conta disso, muitas companhias têm adotado esse tipo de técnica para encontrar as pessoas que mais se adequam ao perfil profissional da empresa.

A gamificação é uma técnica que une o lúdico ao profissional, usando jogos para representar situações e que tem sido muito utilizado em ações de recrutamento, como uma forma de qualificar melhor os profissionais que foram escolhidos para esta função.

Entre os principais estímulos apresentados pela gamificação, podemos citar:

  • Passar de fases;
  • Ganhar algum benefício ou prêmio;
  • Aumentar sua pontuação;
  • Vencer desafios.

Tudo isso é realizado com um determinado objetivo em mente, trabalhando de forma efetiva para conquistar uma análise mais aprofundada de seus candidatos, garantindo que você terá o melhor talento disponível na hora da contratação.

Esse conceito não é novo, sendo aplicado em testes e ações desde os anos 70. Entretanto, recentemente sua popularidade aumentou consideravelmente, sendo incentivado por profissionais qualificados e alvo de estudos e pesquisas.

Outro grande incentivador desse tipo de técnica foi a utilização da gamificação em apresentações para investidores, modelo que foi adotado por diversas empresas de tecnologia da região conhecida como Vale do Silício, onde gigantes do mercado estão estabelecidas.

Normalmente, um processo seletivo para a contratação de um novo talento em sua empresa é realizado através de triagem, tendo como base a análise dos currículos recebidos, seguidos de entrevistas das pessoas com os candidatos.

Em alguns casos, é possível realizar algumas dinâmicas comportamentais e até mesmo testes psicológicos se for o caso. No fim de todo esse processo, a equipe de recursos humanos determina que a pessoa é a mais indicada para preencher a vaga.

Embora esse processo pareça simples e pré-definido, a verdade é que esse fluxo não traz resultados positivos, mesmo que seja parte da rotina da maioria das empresas.

Não é incomum que o colaborador que passa nesse tipo de teste seja demitido ou peça as contas ainda nos primeiros meses, por uma série de motivos, desde falta de interesse na vaga até falta de adaptação à rotina de trabalho como um todo.

Isso porque, pela padronização de modelos de entrevistas de emprego, é comum que candidatos se preparem para cada etapa, independente de suas reais qualificações. Dessa forma, você acaba tendo um processo “viciado”, propenso a erros e rupturas.

Por isso, procurar formas novas de executar esse tipo de trabalho é uma excelente maneira de conseguir melhores resultados, além de fazer algo inovador e colocar os candidatos para realmente apresentarem um conteúdo de qualidade na entrevista.

Esse tipo de ação é muito importante para que você conquiste uma estrutura adequada para suas contratações, permitindo que o setor de RH de sua empresa especializada em destruição de documentos trabalhe com mais qualidade nas buscas que está oferecendo.

Aplicando a gamificação em suas entrevistas

Os processos seletivos que têm passado pelo processo de gamificação têm recebido excelentes resultados. O engajamento dos candidatos acaba sendo muito maior, uma vez que eles desenvolvem melhor as atividades propostas.

Além disso, esse processo acaba construindo uma imagem mais positiva da empresa, mostrando que ela está além de recursos robóticos e automatizados para definir sua equipe. Esse tipo de ação acaba motivando os candidatos.

O processo de gamificação também gera tensão entre os concorrentes, principalmente por conseguir reproduzir corretamente o ambiente corporativo.

Esse tipo de ferramenta ajuda a compreender como cada potencial contratado se comporta em um ambiente de pressão, como em uma companhia de licenciamento ambiental empreendimento.

Saber trabalhar em equipe, pensar de maneira criativa e muitas outras ações podem ser fundamentais para que você consiga trabalhar efetivamente com um candidato em sua empresa, e por isso é muito importante utilizar estas técnicas de gamificação.

Vale lembrar, entretanto, que cada empresa é única, e você deve ter em mente que suas ações devem estar conectadas à realidade de sua empresa para conseguir a efetividade desejada, garantindo assim uma estrutura mais próxima de sua companhia.

Esse tipo de ação é muito importante para que você possa aproveitar melhor esse tipo de técnica, conquistando uma estrutura mais adequada para seu trabalho como um todo e aumentando as chances de fazer a contratação certa.

Utilizando jogos interativos

Os jogos interativos são uma das melhores maneiras de trabalhar com estes recursos em sua empresa de descarte de lixo hospitalar, por exemplo.

Você pode criar uma simulação de um dia de funcionamento na corporação, colocando os profissionais em situações que eles precisam resolver.

Quanto mais específico for o jogo, melhor. Isso porque além de garantir pontos para os candidatos, o que passa a impressão competitiva e de gamificação que está sendo apresentada, você consegue falar um pouco mais da empresa.

Ao simular um dia ou uma situação complicada em particular, você tem uma resposta mais imediata de como o candidato se comportaria em uma situação real, compreendendo sua capacidade de pensamento rápido e resolução de problemas.

Além disso, você consegue passar um pouco mais de sua política interna para cada concorrente, que compreenderá um pouco mais sobre a empresa e revelará competências e capacidades que podem ser um grande diferencial para sua contratação.

Buscar esse tipo de resultado é muito importante para que você consiga explorar na totalidade estes recursos durante o processo seletivo de sua empresa de avaliação ambiental preliminar, garantindo uma estrutura mais adequada para suas ações.

Competições de criatividade

A criatividade é um dos principais recursos da atualidade, e muitos profissionais buscam ativamente esse tipo de resolução para se destacar em uma entrevista de emprego.

Muitas companhias utilizam a gamificação como uma forma de compreender esse tipo de ação. Ao oferecer a possibilidade dos candidatos criarem um novo produto, como uma ecobag personalizada empresas ou um serviço para sua empresa, você consegue compreender como ele lida com o processo criativo.

Além disso, você tem um profissional qualificado em suas mãos, que terá idéias para elaborar novas possibilidades e novas estruturas para sua empresa, tornando-se um recurso valioso a longo prazo para conseguir lidar com esse tipo de situação.

Gamificando a apresentação

A apresentação pessoal de cada concorrente pode ser um processo maçante e desconfortável para todas as partes. Por isso, torná-la mais divertida é uma forma de deixar os candidatos mais à vontade e livres para se comunicar.

Você pode usar, por exemplo, um conjunto de cartas com diversas perguntas como “O que você faria para alugar caçamba de entulho preço acessível?”, onde o candidato deve responder identificando suas competências pessoais. 

Dessa forma, você tira a formalidade desse tipo de ocasião e consegue respostas mais sinceras.

Esse tipo de ação também quebra o engessamento dessa etapa da entrevista, onde muitos candidatos já sabem algumas frases prontas que não representam o potencial apresentado pelo profissional para esse tipo de ação.

Saber se comunicar é uma das principais habilidades que qualquer nova contratação que sua empresa procure precisa ter, e saber lidar com isso de maneira expressiva é muito importante para você conquistar um espaço de qualidade no mercado.

Assim, suas entrevistas de emprego ficarão muito mais dinâmicas e divertidas, garantindo respostas sinceras e um bom clima organizacional ainda na etapa da contratação, estendendo esse ritmo para o ambiente de trabalho como um todo.

Uma empresa que não tem medo de gamificar etapas básicas da entrevista pode ter um potencial muito maior de engajamento a longo prazo, tornando-se uma referência no mercado em que atua, seja ele de plantas de grande porte ou de cosméticos.

Para trabalhar sua gamificação com qualidade, é importante ter um bom planejamento. Entender todo o processo que será realizado é fundamental para você aplicar com efetividade as ações de gamificação.

Além disso, é importante ter em mente que este processo não substitui outras etapas da seleção de um profissional qualificado. Ela é meramente um complemento para a estratégia que será utilizada pelo RH.

Assim, você tem uma estrutura muito mais qualificada para encontrar um talento para sua empresa de licença ambiental.

Considerações finais

Trabalhar com a gamificação coloca sua companhia um passo à frente da concorrência, conseguindo estruturar de maneira mais adequada todas as suas ações e aumentando consideravelmente suas possibilidades.

Portanto, é fundamental que você aproveite esse tipo de ação para trabalhar com qualidade os processos seletivos de sua empresa, pensando em formas de tornar o processo mais lúdico e interessante.

Assim, você terá uma estrutura apta para trabalhar com as qualidades e com os diferenciais de seus candidatos, conseguindo efetivamente tomar escolhas importantes para obter seus resultados no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.