fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

Cuidados importantes após a castração do seu gatinho

Deixá-lo descansar em um lugar limpo e confortável, fornecer água corrente abundante para evitar cálculos de vias urinárias e readequar a quantidade de ração fornecida são algumas medidas fundamentais para uma boa recuperação

A castração é um procedimento cirúrgico, que consiste na remoção dos órgãos reprodutivos, e costuma ser realizado entre os 6 e os 12 primeiros meses de vida do animal, especialmente, cães e gatos. Apesar de ser preciso anestesia geral para aliviar quaisquer dores, a  cirurgia é considerada simples e, na maioria das vezes, o pet volta para a casa no mesmo dia em que o processo é feito.

 

Entre as razões que justificam a adoção da castração, estão: o controle populacional, o aumento da expectativa de vida dos animais e a redução das chances de desenvolvimento de doenças tanto no sistema reprodutor, quanto no sexual, como o tumor venéreo transmissível (TVT).

 

Mesmo que este procedimento seja simples e dure, em média, 15 minutos, é importante saber como cuidar do bichinho após a castração, o que vai exigir monitorar a saúde do seu gato. Confira algumas recomendações a seguir.

Importância do repouso

Por mais que a castração seja um procedimento simples, como ocorre com humanos, os animais precisam descansar após a cirurgia. Por isso, separe um espaço confortável e limpo para que ele possa se recuperar, incluindo cama, bebedouro e comedouro.

 

Se ele demonstrar estar sensível e querendo pouco contato, pode ser indicado deixá-lo quieto, sem encostar muito nele. Esse descanso é importante, especialmente, no primeiro dia após a cirurgia.

 

Ingestão de água

Gatos castrados tendem a urinar menos ao longo do dia, o que pode favorecer o surgimento de cálculos nas vias urinárias. Por isso, é fundamental aumentar a disponibilidade de água fresca em quantidade farta para ele.

 

Se puder, coloque um bebedouro de água corrente para o seu gato, próximo ao pote em que fica a ração dele. Essa é uma forma de incentivá-lo a ingerir uma maior quantidade de água. Outra medida importante é cuidar bem da caixa de areia e limpá-la com frequência, para impedir que o gato segure a urina por muito tempo.

 

Alguns sinais de que seu gato pode estar com cálculo urinário são: urinar pouco, mas com frequência, miar durante esse processo, o que pode indicar que ele está sentindo dor, lamber a região genital em excesso, parar de comer e apresentar sangue em sua urina.

Local da cirurgia

Sobretudo, na primeira semana após a castração, o local da cirurgia é muito sensível e merece cuidado especial. Seja cuidadoso ao pegar o seu gato e evite tocar na região dos pontos, que permanecem na barriga no animal por uma média de 10 dias.

 

No primeiro dia após a cirurgia, o excesso de sangue deve ser retirado com água oxigenada ou soro fisiológico. Nos dias seguintes, a manutenção da limpeza desse local deve ser feita com medicação recomendada pelo veterinário.

 

Além disso, é importante vigiar o animal para evitar que ele cutuque os pontos, o que exige manter as unhas dele bem cortadas e até fazer com que ele use os cones elisabetanos, que evitam o contato do focinho do animal com diferentes partes do corpo.

 

Se o seu gato não se adaptar ao colar, vale comprar uma roupa cirúrgica, feita de um material especial, que cobre todo o corpo do animal, o que é importante para proteger o local da cirurgia de lambidas e agentes infecciosos, existentes no ar.

Cuidados a longo prazo

Uma vez que o animal se recuperou desse procedimento cirúrgico, é importante que os cuidadores do pet o incentivem a fazer atividades físicas, já que a castração reduz os níveis de hormônio no organismo do bichinho, o que torna o metabolismo dele mais lento, facilitando a obesidade.

 

Outra medida importante é a redução da quantidade de ração fornecida ao animal, assim como a inclusão de outros alimentos mais adequados na dieta dele, com menos gorduras.

Comentários