Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Auto Motor

Como se planejar na hora de financiar um veículo novo?

Você sabe como se planejar na hora de financiar um veículo novo? Se você deseja comprar um novo automóvel, então precisa se preparar para poder adquiri-lo. Isso porque um carro não é um objeto barato. Ele custa algumas dezenas de milhares de reais nos seus modelos mais baratos. Nas versões mais caras, é possível que o veículo custe mais do que algumas centenas de milhares de reais.

Por isso, é importante saber como se planejar na hora de financiar um veículo novo. Afinal, esse valor todo não é tão acessível assim e o financiamento é a forma mais fácil de adquiri-lo no mercado atual. Entretanto, o planejamento é necessário e complexo para poder viabilizar essa aquisição. Considerando que o carro é o sonho de consumo mais comum dos brasileiros, esse planejamento ajuda a garantir a sua aquisição.

Quer saber como se planejar na hora de financiar um veículo novo? Então veja algumas dicas abaixo!

Como se planejar na hora de financiar um veículo novo?

Levante o preço do automóvel

O primeiro passo para conseguir financiar um automóvel é saber exatamente qual o preço desse veículo. Afinal, existem várias variáveis que são afetadas pelo preço do carro. Por isso, é necessário saber exatamente qual será para ter um planejamento adequado.

Por exemplo, o preço do automóvel define qual é o valor mínimo de entrada no negócio. A maior parte dos bancos exige, pelo menos, 10% de entrada. Por isso, um carro de R$50.000,00 vai pedir R$5.000,00 de entrada, o que é muito mais acessível do que os R$15.000,00 de um carro que custa R$150.000,00.

Além disso, o preço do veículo determinará a duração do financiamento, além das parcelas mensais que o comprador precisará pagar. Isso é importante porque, por lei, o consumidor não pode destinar mais do que 30% da sua renda bruta para parcelas de empréstimos ou financiamentos.

Viu como é importante levantar o preço do automóvel em primeiro lugar?

Faça uma pesquisa para saber as melhores opções de financiamento

Como deu para perceber no ponto anterior, existem várias condições de financiamento diferentes. Você pode pagar o carro em um, dois ou até 5 anos (normalmente). Também pode dar 10%, 20%, 30% ou mais de entrada. Vai depender da concessionária e/ou banco. Em alguns lugares, dá para colocar o seu carro atual como entrada. Em outros, não.

Por isso, é necessário fazer uma boa pesquisa para saber quais são as melhores opções de financiamento para comprar o seu carro. Uma dica é entrar na Karvi Brasil. A plataforma reúne concessionárias de todo o Brasil, o que permite analisar de forma fácil todas as ofertas e condições de financiamento.

Quite suas dívidas anteriores, caso tenha

Se você vai entrar em um financiamento, precisa pagar suas dívidas antes, caso as tenha. Isso porque, em primeiro lugar, você provavelmente nem conseguirá ter o crédito aprovado. Em segundo lugar, caso a proposta seja aprovada, os juros serão enormes e as condições não serão as melhores.

Portanto, é importante pagar as suas dívidas antes de pensar em comprar um carro novo. Para isso, junte um valor grande o suficiente para entrar em negociação com os credores. Como os grandes feirões oferecem até 99% de desconto, é possível conseguir um ótimo acordo com os seus credores se você aparecer com um bom valor para pagar a dívida de uma vez.

Se você puder pagar a dívida com a intermediação de alguma empresa especializada no assunto, as condições serão ainda melhores. Isso porque essas empresas costumam comprar as dívidas em grandes quantidades e, assim, podem negociar melhores descontos.

Organize as contas para ter espaço no orçamento

Como dissemos antes, a lei não permite que o consumidor destine mais do que 30% da sua renda bruta para o pagamento de parcelas de créditos, financiamentos e empréstimos. Isso significa que, caso você ganhe R$2.500,00 por mês, só poderá destinar R$750,00 para o pagamento das parcelas.

No caso de pessoas casadas, é possível combinar os salários dos dois para o pagamento de parcelas. Por exemplo, se os cônjuges ganharem R$2.500,00 cada um, totalizando R$5.000,00 de renda bruta mensal, as parcelas do financiamento podem chegar até R$1.500,00.

Portanto, é importante organizar as contas da casa para ter esse espaço no orçamento e quitar o financiamento o mais rapidamente possível. Afinal, quanto mais tempo durar o financiamento, mais caro ele será por causa dos juros.

Agora que você já viu como se planejar na hora de financiar um veículo novo, é só colocar essas dicas em ação para conseguir realizar o sonho de comprar um automóvel para você. Lembre-se de que um carro é um objeto relativamente caro e, portanto, todo cuidado é pouco na hora de fazer o financiamento. Assim, com as nossas dicas, você evitará que o automóvel se torne uma dívida muito grande.

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe-o nas suas redes sociais!