Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Auto Motor

Direção defensiva: como prevenir acidentes

Todo motorista precisa aprender como prevenir acidentes usando direção defensiva. Afinal, o Brasil é um dos países líderes em acidentes no mundo todo. Isso faz com que seja necessário um maior entendimento das regras de trânsito e também do controle do automóvel de modo a evitar que se perca a dirigibilidade do veículo e sofra as consequências disso de uma maneira negativa.

Se você pensa que isso é exagero, então precisa ver os dados sobre acidentes de trânsito no Brasil. A cada hora, 5 pessoas morrem no trânsito brasileiro, o que faz com que esse seja um dos piores resultados do mundo. Isso porque nem consideramos, por exemplo, o número de acidentes não fatais, que podem deixar sequelas perpétuas ou inúmeros sustos todos os dias.

Portanto, é importante saber como prevenir acidentes usando direção defensiva. Isso garantirá maior segurança e proteção no dia a dia. Quer aprender? Então siga a leitura abaixo!

Como prevenir acidentes usando direção defensiva em 5 passos

1. Pneus em ordem

Você costuma andar por aí com os pneus carecas? Se for o caso, é importante parar com esse hábito imediatamente. Não só por causa da multa e da pontuação na CNH (já que se você for pego com pneu careca precisará pagar uma multa de R$195,23 e levará 5 pontos na CNH por pneu. Portanto, se tiver um jogo com 4 pneus nessas condições, pagará quase R$800,00 de multa e 20 pontos na carteira), mas também por causa do risco de acidentes.

O pneu careca é perigoso porque ele tem sulcos de menos de 1,6mm na sua banda de rodagem. Essa profundidade não é o suficiente para conseguir lidar com a água na pista,  fazendo com que o pneu fique muito suscetível à aquaplanagem.

A consequência é que você perderá facilmente o controle do automóvel na pista molhada e não conseguirá frear ou comandar o carro do jeito que quiser. O resultado disso, certamente, será um aumento dos riscos de acidente.

2. Mãos no volante sempre

Muitos motoristas costumam dirigir por aí com uma mão no volante e a outra no rosto, no celular e até mesmo na mão do cônjuge sentado no banco do passageiro.

No entanto, o correto é ter as duas mãos no volante, sempre. Isso porque, somente com essa postura é possível ter o tempo de reação adequado para tirar o carro de um cenário de acidente e evitar um problema seríssimo.

Dirigir o automóvel com uma só mão no volante é diminuir pela metade sua capacidade de reação e, consequentemente, deixando-o mais vulnerável a um potencial acidente na estrada. Afinal, você nunca sabe quando algo pode dar errado.

3. Postura correta ao dirigir

Quando estiver dentro do carro para dirigir, adote sempre uma postura correta. A razão disso é bem simples: a postura correta garante melhor visibilidade ao dirigir, menos problemas no corpo e, o mais importante, maior tempo de reação caso um acidente venha ocorrer.

Caso você não saiba, a postura correta é a seguinte:

  • postura ereta;
  • altura do banco aceitável para ter boa visibilidade;
  • mãos no volante;
  • pernas e braços levemente flexionados.

4. Mantenha distância dos outros veículos

Hoje em dia, é comum que os carros andem sempre grudados uns nos outros, especialmente na cidade. No entanto, é necessário abrir um espaço aceitável do automóvel da frente, de modo a garantir uma margem de segurança para poder evitar um acidente caso o veículo da frente freie de repente ou se envolva em uma batida.

O problema é que os motoristas não sabem exatamente quanto abrir de distância do automóvel da frente para que se evite acidentes. O recomendado é adicionar 4 metros de distância (o tamanho de um carro popular) a cada 20 quilômetros por hora de velocidade. Por exemplo, se você estiver andando a 50 quilômetros por hora, precisará adicionar 9 metros de distância.

5. Adote a técnica de direção correta

Por fim, é importante assumir a técnica de direção correta sempre que estiver conduzindo o seu automóvel. Isso é importante pois é comum que motoristas não tenham os melhores hábitos ao dirigir, o que aumenta os riscos de forçar o automóvel e causar acidentes. Por exemplo, muita gente costuma acelerar ou frear bruscamente. Isso pode prender a roda no chão e gerar uma patinação, que causa perda de dirigibilidade.

Outro risco está na troca de marcha, que muitas pessoas levam tempo demais para fazer. Isso causa desgaste no motor, que pode fundir depois de algum tempo. É importante ter em mente que cuidar da saúde do automóvel também é direção defensiva, já que há risco de acidente por conta disso.

Agora que você já aprendeu como prevenir acidentes usando direção defensiva, é hora de colocar esse conhecimento em prática. Isso ajudará a tornar a sua experiência ao dirigir bem mais prazerosa, mas também mais segura. Esses hábitos são especialmente importantes caso você tenha o costume de levar a sua família ou outras pessoas no seu automóvel. Dessa forma, é possível garantir a segurança de todos.

Gostou do artigo? Então faça o seu dever cívico e espalhe a palavra nas redes sociais para que mais pessoas vejam estas dicas!