Após críticas de servidores, vereadores visitam sede da Vivo Sabor

Um grupo de vereadores e servidores municipais visitou, hoje (9), a sede da empresa Vivo Sabor, em Americana. Responsável pelo fornecimento da alimentação dos funcionários da Prefeitura e do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste, a empresa recebeu diversas críticas durante a 36ª Reunião Ordinária, promovida na última terça-feira no Legislativo barbarense. Procurados por funcionários públicos municipais, os parlamentares destacaram que o novo serviço contratado pelo Poder Executivo não estava satisfazendo grande parte dos servidores, que reclamavam das condições de alguns alimentos, assim como do horário de entrega das marmitas e da falta de suco e de mais de uma opção de acompanhamento junto às refeições.

 

O servidor Ivo Righeto, operador de Estação de Tratamento de Água (ETA) do DAE, participou da visita e reclamou da refeição servida na última segunda-feira. “Esta semana comi um bife que parecia sola de sapato”, criticou. No encontro, o diretor comercial da Vivo Sabor, Ivan Armando Coria, que apresentou aos parlamentares e demais visitantes as dependências da empresa, afirmou que problemas pontuais estão sendo solucionados e que a Vivo Sabor cumpre rigorosamente o que pede o edital. “Estamos sensíveis e atentos a todas as reclamações. Aquilo que estiver dentro do edital, vamos resolver”, ressaltou.

 

Em relação ao horário das refeições, Coria destacou que o pessoal de operação está indo em cada um dos pontos de entrega, para verificar o que está acontecendo. Ele ressaltou também que, em alguns casos, os servidores recebem a marmita na hora certa, mas deixam para comer um tempo depois. “Vamos adotar uma etiqueta, recomendando até que hora ele pode comer essa refeição, sem prejuízo aos alimentos”, disse.

 

Para o vereador Edison Carlos Bortolucci Júnior, o Juca (PSDB), líder do Governo na Câmara, a visita foi bastante positiva, para que vereadores e representantes dos servidores municipais pudessem observar o processo de produção das refeições e dirimir algumas dúvidas. “A empresa mostrou toda sua capacidade de produção. Nessa conversa, detectamos que há uma falha no caminho, mas que não é de responsabilidade da empresa, mas da Prefeitura que efetua o transporte em alguns pontos”, disse, ressaltando que cobrará providências do Executivo.

 

Ainda na visita, os vereadores pediram que a Vivo Sabor efetue a distribuição das marmitas separando arroz e feijão dos acompanhamentos em duas embalagens. Essa solicitação será analisada pela empresa. Com relação ao fornecimento de mais de uma opção de acompanhamento, assim como de suco, também não previstas no Edital de Licitação, vereadores e representantes da Vivo Sabor devem entrar em contato com a Prefeitura, no intuito de atender a essa reivindicação dos servidores.

 

Além de Juca e de três representantes dos servidores municipais, estiveram presentes na visita os vereadores Antonio Carlos de Souza, o Antonio da Loja (PMN); Antonio Carlos Ribeiro, o Carlão Motorista (PDT); Antonio Pereira (PT); Carlos Fontes (PSD); Emerson Luis Grippe, o Bebeto (SD); Felipe Sanches (PSC); Gustavo Bagnoli (PSDB); Valmir Alcântara de Oliveira, o Careca do Esporte (PROS); e Wilson de Araújo Rocha, o Wilson da Engenharia (PSDB). O vereador Erb Oliveira Martins, o Uruguaio (SD), foi representado pelo assessor parlamentar Sérgio Margato.

Comentários

Notícias relacionadas