SB24Horas

Notícia na hora certa!

Ansiedade pandêmica e o fim das máscaras: Será que a pandemia já acabou?

Especialista Alexander Bez explica o porquê a máscara vem sendo um dos maiores inimigos do povo brasileiro

 

Em um ano e meio de pandemia, a crise de ansiedade aumentou cerca de 80% na população brasileira. A ansiedade especificamente pandêmica, pode ser uma das responsáveis pela antecipação da retirada de máscaras, porém muitos lugares que aumentaram a flexibilização das restrições, viram seus índices de contágio aumentarem, como recentemente Londres e Rússia. O fato de estarmos nos vacinando em larga escala, não invalida a necessidade sumária de continuar a usar as máscaras.

 

O fim da pandemia está longe de ser alcançado. Conseguimos sim, ter alguns sucessos, mas a batalha final não foi sacramentada ainda. Ela só irá ser encerrada quando a OMS se pronunciar, assim, qualquer descuido pode trazer grandes consequências para todos nós. “Nosso pragmatismo não pode ser mais atacado pela atuação viral. Entender que a pandemia acabou, ou que ela já está evidenciando sinais de fragilidade não é o caminho. As máscaras não podem ser retiradas, principalmente em eventos, esse vírus é uma patologia essencial atmosférica” – disse o psicólogo Alexander Bez.

 

Esse vírus tem uma árdua capacidade em driblar as defesas imunológicas de muitas pessoas, ao nos aglomerar sem máscaras, estamos fornecendo combustível para que novas cepas possam aparecer. Por isso, por mais que seja difícil, temos que aguentar firme e continuar lutando contra essa pandemia.

 

O especialista separou cinco razões para continuar a usar as máscaras e controlar a ansiedade:

 

1ª.  A vacina não age instantemente.

2ª. Ao nos vacinar, nosso corpo irá trabalhar para fabricar os anticorpos, até lá iremos ficar mais suscetíveis a adquirir o vírus, transmitido por alguma pessoa, mesmo assintomática.

3ª. As vacinas estão atuando maravilhosamente bem, porém não garantem a proteção 100%.

4ª. Ao usarmos as máscaras, protegeremos as pessoas, que não fazem anticorpos.

5ª. Não podemos nos iludir que a pandemia acabou. Ela não acabou e não temos essa data de término, ainda. Se proteger é a melhor opção, mesmo vacinado.

** Os textos trazidos nessa coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal SB24Horas