Americana: Secretaria de Educação convida população para Audiência Pública

A Secretaria de Educação convida a população de Americana para a Audiência Pública que será realizada no dia 24 de março, às 19 h, na Câmara de Vereadores, para apreciação e conclusão do Plano Municipal de Educação, PME, para o decênio de 2015 a 2025.

“Contamos com a participação da população na câmara em face de um tema tão relevante para nossa cidade, respeitando o princípio da democratização que norteia o nosso trabalho”, afirmou o secretário Adjunto da pasta, Wellington Zigarti. Em Americana, o Plano é fruto de um trabalho coletivo que contou com a participação de profissionais de diversos segmentos e níveis de ensino diversificados. Sua elaboração respeitou as necessidades e peculiaridades do município. Contou com amplo levantamento de dados e informações.

Segundo o Adjunto, o PME não é destinado unicamente à Rede de Ensino do Município, mas a Educação de Americana. “Deste modo, precisamos também estabelecer diretrizes e metas para o ensino médio e para a educação superior, dialogando e estimulando a participação dos responsáveis por esses níveis de ensino”, justificou Zigarti.

“O documento que vai para a câmara é fruto de um árduo trabalho. Ele deve ser apreciado pelo poder legislativo e sancionado pelo prefeito, transformando-se em lei municipal, sendo norteador das ações futuras da educação em seus diversos níveis”, afirmou o secretário Adjunto que vai estar na câmara de vereadores durante a apresentação do documento.

O PME estabelece metas para os próximos dez anos, no caso 2015/2025. É um plano de Estado e não de governo. Por ser um plano decenal com força de lei, ele define metas e possibilita o planejamento de políticas de médio e longo prazo. O Plano trata do conjunto da educação, no âmbito municipal, expressando uma política educacional para todos os níveis. Sua elaboração está contida no Plano Nacional de Educação, PNE, aprovado pela Lei nº 13.005/2014. Os principais aspectos norteadores abordados são: a universalização, a qualidade do ensino, a formação e valorização dos profissionais, a democratização da gestão e o financiamento da educação.

Comentários

Notícias relacionadas