Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

4 boas razões para ser “freela”: por que muitas pessoas preferem trabalhar como “freelancers” do que trabalhar em um emprego com carteira assinada?

Cada vez mais profissionais optam pela carreira freelancer. Descubra agora o porquê!

Algumas pessoas simplesmente nasceram para trabalhar por conta própria. Não funcionam sob ordens, preferem ter autonomia de tudo acerca do seu ofício e, além disso, também preferem construir um bom employer branding de si mesmos, além de controlar os seus próprios horários e local de trabalho.

 

Essas pessoas são trabalhadores (as) freelancers e, sem contar os motivos já descritos acima, são várias as outras razões que fazem uma pessoa se aventurar por esse mundo do trabalho autônomo e liberal.

 

Continue a sua leitura e fique por dentro do conceito Freelancer e conheça alguns dos principais motivos pelos quais as pessoas preferem fazer os famosos “freelas” a ter carteira assinada.

O que é um Freelancer?

O termo Freelancer vem do inglês e, de forma geral, denota todo profissional que exerce um trabalho independente e sem vínculos permanentes com seus empregadores e/ou clientes.

 

Esse trabalhador pode ser de diversas áreas, desde marketing, design, contabilidade, tecnologia da informação à fotografia, produções culturais e artísticas ou serviços essenciais como consertos, entre outros.

 

A remuneração varia de pessoa para pessoa, do serviço que é executado, da cartela de clientes e empregadores e tem quem prefere cobrar por hora, e quem prefere cobrar por projeto.

 

Também são profissionais que dividem-se entre os que possuem valores fixos e os que cobram a partir de estudos diferentes de caso.

 

Em grande maioria, esses trabalhadores executam suas funções em home office, mas há também uma parcela que realiza seu trabalho em lugares como cafés ou espaços compartilhados no estilo coworking e, ainda, tem os que precisam desempenhar seu papel em campos de trabalho específicos.

 

4 boas razões para ser freela

É importante ressaltar que, todo momento de crise em um país, revela que o trabalho por conta própria começa a crescer e muita gente adota essa opção por não ter oportunidades mais formais.

 

Então, não vamos confundir crescimento da informalidade com crescimento do empreendedorismo ou trabalho precário com trabalho autônomo, muito menos falta de oportunidade com vocação.

 

Pensando nisso, no presente artigo nos resumimos aos motivos genuínos que levam as pessoas a escolherem essa modalidade de trabalho.

 

As considerações sobre os efeitos da crise econômica no trabalho autônomo, como desemprego, fome, inflação e etc, merecem uma pauta só delas.

 

Confira agora as principais 4 boas razões para ser freela:

Gerenciar o próprio horário

É uma grande vantagem poder ter uma jornada de trabalho flexível que se adapta às necessidades do profissional.

 

Essa liberdade permite ao trabalhador estipular os melhores horários para cada projeto que ele precisa se dedicar e, dessa forma, pode ser mais justo na hora de dividir seu tempo de acordo com cada necessidade.

 

Também é mais fácil conciliar trabalho com vida pessoal, isso é claro, se houver uma boa administração e organização dos processos de trabalho.

 

O exemplo de pessoas que dizem que “funcionam melhor” trabalhando em determinados horários, em regime de CLT, na grande maioria das vezes elas irão trabalhar de acordo com o que seus empregadores acham melhor – mas sendo uma freelancer ela poderá escolher o horário de acordo com sua vontade.

Não existe limite para remuneração

A possibilidade de escalar os ganhos por conta própria é uma razão bastante valorizada por profissionais dessa modalidade.

 

Atualmente, depois da reforma trabalhista e seguindo a redução dos direitos e precarização do trabalho CLT, o salário fixo deixa de ser sinônimo de garantia de futuro e isso estimula a vontade de querer ganhar cada vez mais e à medida que se trabalha cada vez mais.

 

O trabalho freelancer também pode ser desenvolvido paralelamente, como uma renda extra, mas continuar correspondendo ao motivo de ter uma remuneração cada vez melhor seja para realizar um determinado objetivo ou para melhorar o padrão de vida.

 

Poder de escolha

Ser freelancer dá ao profissional uma oportunidade muito apreciada por todos aqueles que nasceram para trabalhar por vocação, por amor.

 

Um freelancer pode simplesmente dizer não para um trabalho que não quer ou não está preparado para fazer. Pode alinhar causas, ideais, objetivos comuns aos seus projetos que quer escolher e assim fazer um trabalho com verdadeira excelência.

 

Na grande maioria das vezes um profissional freelancer escolhe o local onde quer trabalhar também. Se em casa, em um escritório compartilhado ou no café que ele gosta de frequentar.

 

E mesmo que o freelancer em questão exerça trabalhos que exijam que ele esteja presente em certos lugares, como um fotógrafo, por exemplo, ele pode limitar a região que atua, os tipos de público e ambiente que atende.

Busca por experiência

Um dos motivos que levam muitas pessoas a trabalharem como freelancers é a busca por experiência em determinada área. Seja iniciando a carreira profissional ou mudando de atuação depois de anos trabalhando em um segmento diferente.

 

Essa é uma forma totalmente válida de aprender e evoluir em uma profissão, seja para mostrar a um possível futuro empregador que você está familiarizado com a vaga que ele oferece e que não ficou parado esperando uma chance cair do céu, seja para iniciar um grande empreendimento que requer bastante conhecimento de causa.

 

No entanto, iniciar uma atividade sem estar devidamente preparado (a) para tal não é uma boa ideia. Ser freelancer serve como um treinamento desde que você, mesmo precisando de aperfeiçoamento, esteja apto para exercer o ofício a que se propõe.