Vereadores propõem revogação de lei que aumentou o IPTU e revisão da cobrança

Foi protocolado, hoje (6), na Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar 04/2015. A proposta, de autoria do vereador Ducimar Cardoso, o Kadu Garçom (PR), com o apoio de outros 14 parlamentares, revoga a Lei Complementar 196/2014 e repristina (restaura) a Lei Municipal 2.643/2001. Caso seja aprovada e sancionada, o valor atual do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), reajustado no ano passado, após a revisão da Planta Genérica de Valores, deixa de ter validade.

“O IPTU teve um aumento abrupto, surpreendendo e sobrecarregando os contribuintes municipais. Diante desse reajuste, que em alguns casos superou 500%, não nos resta alternativa a não ser revogar a lei atual, aguardando que outra mais razoável seja apresentada pela Prefeitura”, afirmou Kadu. O protocolo dessa propositura foi realizado, hoje (6) à tarde, na sala do vice-presidente, Felipe Sanches (PSC).

Além de Kadu e Felipe, o projeto conta com o apoio dos seguintes vereadores: Ademir da Silva (PT), Alex Braga – o Alex Backer (PV), Antonio Carlos Ribeiro – Carlão Motorista (PDT), Antonio Pereira (PT), Carlos Fontes (PSD), Celso Ávila (PV), Emerson Luis Grippe – Bebeto (SD), Fabiano Ruiz Martinez – Pinguim (PV), Felipe Sanches (PSC), Giovanni Bonfim (PDT), Gustavo Bagnoli (PSDB), José Antonio Ferreira – Dr. José (PSDB) e Wilson de Araújo Rocha – o Wilson da Engenharia (PSDB).

Comentários

Notícias relacionadas