Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Política Santa Bárbara d´Oeste

Vereadores da Comissão de Acompanhamento do Plano Estadual de Imunização contra a COVID-19 se reúne com secretária de Saúde

A Comissão de Representação de Acompanhamento do Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19, composta pelos vereadores Esther Moraes (PL), Nilson Araújo (PSD) e Bachin Jr. (MDB), se reuniu, hoje (04) pela manhã, com a secretária municipal de Saúde, Lucimeire Rocha, com o intuito de entender como a vacinação está sendo organizada no Município e esclarecer algumas denúncias.

“Cada Município segue uma estratégia de vacinação e o plano de imunização é vivo. Em nossa cidade, já estamos na quinta atualização, recebemos 4.400 doses e foram vacinadas 1.687 pessoas”, esclarece Esther. “O Município conta 3.419 funcionários da Saúde, das redes pública e particular, a serem vacinados. Primeiro foram priorizados profissionais da linha de frente nos dois prontos socorros, hospital de campanha e motoristas de ambulância. Agora, foi aberta a vacinação para a rede privada e profissionais de saúde autônomos”, acrescenta.

Para a vacinação é necessário um cadastro no link www.santabarbara.sp.gov.br/vacina-covid-19 ou pelos telefones 0800-441-3502 e 160, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Segundo Nilson, uma dúvida frequente da população é sobre a vacinação a partir dos 60 anos. “Por enquanto, está sendo feito um cadastro no site da Prefeitura para que, logo que possível, essas pessoas sejam vacinadas”, informa o vereador, destacando que qualquer denúncia deve ser feita à ouvidoria do SUS – Sistema Único de Saúde, ligada ao Ministério da Saúde.

Ainda assim, a comissão pretende investigar as denúncias de irregularidades. Quanto às três denúncias levadas pelos parlamentares à secretária, em todos os casos foi explicado que se tratava de funcionário do administrativo do PS ou hospital de campanha em contato direto com pessoas internadas com a doença.

Educação – Segundo a comissão, a vacinação dos profissionais da Educação segue o que o Estado determina. “A nós foi dito pela secretária que o Estado entende a prioridade em vacinar os profissionais da Educação, mas ainda não enviou o lote correspondente a eles, o que deve acontecer muito em breve, gerando maior tranquilidade a eles e às famílias dos alunos”, afirma Bachin.

Durante o encontro, a secretária alertou sobre as mazelas geradas pelas chamadas fakenews sobre, por exemplo, locais de vacinação e cadastro. As seis UBSs que aplicam exclusivamente a vacina contra a Covid-19 ficam nos bairros Vila Grego, Conjunto Habitacional Roberto Romano, Jardim Vista Alegre, Mollon, Cidade Nova e Jardim Europa. Outros tipos de vacinas foram direcionados a outras unidades.