Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Vale a pena investir em Day Trade?

Que o Day Trade tem virado febre no Brasil nos últimos anos, não é novidade. Já que, muitos brasileiros optaram por esse ramo no mercado financeiro, ainda mais na pandemia. Mas, você sabe me dizer se vale a pena investir em Day trade? Neste artigo mostraremos os prós e os contras desse modelo. Confira agora e vire expert no assunto!

Quem nunca viu no Youtube propagandas e propagandas sobre Day Trade na vida, está mentindo ou nunca assistiu algum vídeo na conhecida plataforma pela internet. Tem sido recorrente cada vez mais a disseminação da ideia de que investir em Day Trade vale muito a pena.

Não à toa, muitos “influencers” associam à velha ideia de que tempo é dinheiro, e que se você investir nessa atividade, “você ganhará dinheiro dormindo”, ou melhor, “o seu dinheiro trabalhará para você” e todas aquelas promessas que muitas pessoas já ouviram e que nem sempre são verdades.

Segundo um levantamento da FGV, que pode ser visto no site do UOL, dos mais de 98 mil brasileiros que começaram a fazer Day Trader desde 2013, operando até 2018, somente 127 apresentaram lucro bruto diário acima de 100 reais em mais de 300 pregões.

Fazendo uma leitura precisa, esses números mostram que a ampla maioria dos Day Trader tiveram grande prejuízo, tendo somente 0,1% de pessoas que obtiveram êxito nas operações.

Esses dados certamente podem assustar você, investidor iniciante que um dia pensou que fazer Day Trade traria lucros rápidos e poucas chances de obter prejuízos. Sempre há os dois lados da moeda, caberá a você entender bastante sobre o que você está pretendendo fazer com o seu capital.

Além disso, você não precisa ser um Day Trader para ter sucesso no mercado financeiro ou até mesmo para entender melhor sobre finanças. Se você busca, por exemplo, um investimento mais seguro para o seu dinheiro, a opção pela previdência privada vale a pena nesse caso!

Agora, se você quer saber como funciona o Day Trade, então fique aqui, pois neste artigo falaremos do que se trata essa atividade, os seus prós, contras e os cuidados com que deve ter para não cair em golpes de pirâmide financeira. Uma boa leitura!

O que é o Day trade?

O Day trade é uma atividade de compra e de venda de um ativo financeiro no mesmo dia. Para obter lucro, é preciso que o trader venda os ativos num preço médio maior do que o da compra, sendo sempre descontados os custos operacionais.

Esse tipo de negociação é de curto prazo e os seus ativos financeiros de interesse não precisam sempre ser ações, mas podem ser, por exemplo, minicontratos de dólar, minicontratos de índice e entre outros da bolsa de valores.

Para você entender melhor do que se trata o Day trade, façamos comparações entre Swing trade e Day trade, como mostrou bem uma matéria do Estadão.

O Swing Trade é um tipo de negociação que pode ocorrer dentro de dias ou algumas semanas.

Dessa maneira, com um tempo maior, a análise das ações pode ser feita por meio de duas perspectivas prévias: a fundamentalista – observa bem o “contexto da empresa, do setor e do mercado como um todo” antes da compra das ações – e a técnica, que analisa por intermédio de gráficos que mostram as oscilações da empresa no mercado.

Como a atividade de Day Trade se leva num prazo curtíssimo, a análise mais utilizada por esses Traders é a técnica, uma vez que se leva em consideração as oscilações de um ativo de uma empresa para outra no mesmo dia.

Como o Day trade funciona?

A análise de gráficos é fundamental para que o Trader tenha mais precisão em como se deve investir. Portanto, ter um conhecimento prévio sobre o comportamento dos ativos na bolsa de valores é desejável.

Por essa maneira, você não pode entender o Day Trade como uma “loteria” ou como uma promessa de dinheiro fácil, pois ela não é, e é preciso muita dedicação para se obter o sucesso desejado.

Mas, para entender melhor o funcionamento do Day Trade, em primeiro lugar, você precisa entender que essas operações se realizam através de um home broker, que é uma plataforma online pela qual você consegue negociar os ativos de uma empresa.

A partir dele, você depositará um valor, que não precisa ser muito alto, como margem de garantia no mercado financeiro. Geralmente esse valor fica entre 80 e 100 reais.

Com o depósito feito através das análises técnicas, o investidor terá o risco se no fim da operação de compra e de venda da mesma ação, ele terá lucro ou prejuízo de acordo com as oscilações.

Além disso, toda essa operação funciona no horário do pregão da Bolsa de Valores, isto é, das 10 horas às 16 horas e 55 minutos.

Vantagens e desvantagens do Day Trade

No Day Trade, nem sempre tudo pode ocorrer como o planejado. Como são ações de curtíssimo prazo, o risco é muito evidente e, com isso, você pode ou ter benefícios ou dores de cabeça. Mesmo assim, é preciso considerar os prós e contras dessa operação.

As vantagens mais aparentes do Day Trade são:

  • Maior agilidade na negociação: Por durarem 24 horas, elas não tomam muito tempo durante a negociação como nas Swing trades;
  • Alta liquidez: O lucro, se tiver, já fica disponível no final da operação, isto é, no mesmo dia;
  • Alavancagem: Essa técnica permite ao investidor que ele somente pegue emprestado algumas ações, sempre quando não tiver dinheiro o suficiente para comprá-las. Desse modo, ele só pagaria pelas perdas em caso de prejuízo, em caso de lucro, receberia a diferença;
  • Maior controle de prejuízo: Com o Stop loss, o investidor define numa operação de renda variável um limite para a sua perda. Caso ele seja atingido, a ação é vendida automaticamente para evitar mais prejuízo.

Apesar disso, as desvantagens do Day Trade também são aparentes, como por exemplo:

  • Demanda dedicação integral: Não caia no discurso de que no Day Trade “o dinheiro trabalha para você”. Isso não existe. Se você realmente quiser ter êxito nessa operação, você precisará encará-la como uma profissão comum.
  • Você não tem retorno garantido: Por mais que isso seja óbvio, muita gente se esquece de que o Day Trade opera em renda variável. Um estudo feito pela FGV mostra que 0,1% dos traders num período de 2013 a 2018 obtiveram lucro no período;
  • Day trade não é pirâmide financeira: Segundo Merula Borges, coordenadora financeira da CNDL, salienta sobre os riscos de alguém cair em possíveis pirâmides financeiras envolvendo o day trading. Muito embora essa atividade não seja uma farsa, muitos golpistas estão aproveitando a alta no interesse por essa operação para vender a desavisados promessas irreais de ganho de dinheiro fácil, por exemplo.

Assim, não existe uma resposta única para a pergunta: vale a pena investir em day trade? Pois, essas vantagens e desvantagens vão variar de acordo com a necessidade e o conhecimento que cada pessoa possui.