Vai-Vai garante vitória do carnaval 2015

A Escola de Samba Vai-Vai venceu o carnaval de São Paulo, e quebrou uma sequência de três campeonatos seguidos da Mocidade Alegre. Com o samba-enredo Simplesmente Elis – A Fábula de uma Voz na Transversal do Tempo, a agremiação alcançou 269,9 pontos, três décimos a mais do que a segunda colocada, a Mocidade Alegre. O terceiro lugar ficou com a Rosas de Ouro. Foram rebaixados a Tom Maior e a Mancha Verde.

A escola campeã, do bairro do Bixiga, na Bela Vista, região central da capital, soma agora 15 títulos. O último havia sido conquistado em 2011. A escola foi a penúltima a entrar na avenida, na madrugada do domingo, e empolgou a plateia com trechos do samba enredo que lembravam canções de Elis Regina.

A Liga Independente das Escolas de Samba manteve, neste ano, a apuração das notas longe do público. A medida foi tomada para evitar tumultos, como o ocorrido em 2012, quando um integrante de uma das agremiações pulou o alambrado e rasgou os papéis que definiriam a escola campeã.

Este ano, os simpatizantes das agremiações tiveram que acompanhar a apuração nas quadras das escolas de samba. O acesso ao local de apuração, no Sambódromo, foi liberado somente para a imprensa, para os presidentes das agremiações e para convidados indicados por eles.

A agremiação é a maior campeã do Carnaval de São Paulo, com, ao todo, 15 títulos do Grupo Especial. Foram os anos: 1978, 1981, 1982, 1986, 1987, 1988, 1993, 1996, 1998, 1999, 2000, 2001, 2008 e 2011, quando a escola prestou tributo ao maestro João Carlos Martins.

 

Este ano, a fundação da escola completa 85 anos.

A Tom Maior e Mancha Verde caíram e vão desfilar no grupo de acesso no próximo carnaval. A Acadêmicos do Tatuapé, que foi penalizada em 1,1 ponto por exceder o tempo de desfile ficou com a 12ª colocação e garantiu permanência no grupo de elite.

 

Relembre o samba-enredo da Vai-Vai

 

Reluziu, seu canto ecoou no meu Brasil
Cantora igual jamais se ouviu
Saracura a cantar, bem mais feliz
Simplesmente Elis

 

Carnaval a Bela Vista está em festa
Qua qua ra qua qua
Vem viajar, a hora é esta
Mergulhando na emoção

Encontrei inspiração
Divina voz, salve a rainha
Fiz Louvação em aquarela
Na passarela hoje tem arrastão

 

Upa neguinho na estrada é demais
Vou a romaria como nossos pais
De um falso brilhante eu fiz fantasia

 

Maria Maria
Águas de março a rolar
Trem azul vai passar, um sonho mais lindo
Na batucada da vida, um samba no Bexiga
Vai amanhecer

 

A cantar a dor o amor o bêbado e a equilibrista
A voz do povo diz que o show de todo artista
Tem que continuar
Glória fino da bossa com Jair só alegria
Hoje retrato em preto e branco na folia
A grande estrela deste meu país

Jovem Pan / Agência Brasil

 

Comentários

Notícias relacionadas