Vacina contra HPV está disponível nas unidades básicas de Americana


Protocolos do Ministério da Saúde determinam que meninas com nove anos de idade sejam imunizadas contra o HPV. Mas ao contrário do que ocorreu no ano passado, quando a vacinação foi realizada nas escolas, a partir de 2016 as doses ficarão disponíveis, o ano todo, nas unidades básicas de saúde e as meninas, ao completarem a idade de tomar a vacina, devem ser levadas ao posto mais próximo de sua casa.

 

Americana possui 1.331 meninas com nove anos de idade. Mas os profissionais da Vigilância Epidemiológica estimam que o número de vacinadas será maior porque muitas pessoas não receberam a primeira dose em campanhas anteriores. Aquelas que estão com a carteira de vacinação desatualizada também devem procurar as unidades básicas. A imunização completa é obtida com duas doses, com um intervalo de seis meses entre elas.

 

O HPV é um vírus transmitido pelo contato com a pele ou mucosa infectada. Existem mais de 200 subtipos do vírus HPV, 13 deles oncogênicos, ou seja, causam algum tipo de câncer.

 

Os tipos 16 e 18 são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero, o terceiro tipo de câncer mais frequente nas mulheres brasileiras e que causa cerca de cinco mil mortes por ano. Os tipos 6 e 11 respondem por 90% dos casos de verrugas anogenitais.

 

A vacina disponível na rede pública é quadrivalente e protege contra os quatro subtipos do vírus (6,11,16 e 18). Sua eficácia é comprovada em mulheres que ainda não tiveram contato com o vírus, daí a escolha do Ministério da Saúde por vacinar meninas a partir dos 9 anos de idade.

 

 

Unidade de Imprensa

Pedro Roberto da Silva

Comentários

Notícias relacionadas