Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Trombose após covid-19: especialista explica danos que o vírus causa na saúde vascular

covid-19

Cerca de 39% dos angiologistas atenderam pacientes com trombose venosa ou embolia, após diagnósticos positivos para o coronavírus

 

 

Os sintomas de doenças respiratórias não são os únicos que a infecção pelo coronavírus causa, os impactos também podem atingir a saúde vascular, por meio de distúrbios de coagulação do sangue. Conforme uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), em 2020, 39% dos angiologistas e cirurgiões vasculares atenderam ao menos um paciente com trombose venosa ou embolia, com teste positivo para a covid-19.

De acordo com o médico especialista em cirurgia vascular, Dr. Márcio Steinbruch, no início da pandemia imaginava-se que se tratava de uma doença pulmonar, mas com os avanços dos estudos científicos, foi descoberto que a covid-19 é uma patologia circulatória.

“Ela estimula o aumento da coagulação do sangue, causando problemas circulatórios e se tornando um risco para o desenvolvimento de trombose, que podem aparecer durante a fase aguda da doença e até mesmo após a recuperação do paciente”, explicou o cirurgião vascular.

Quando o vírus afeta a saúde vascular, os sintomas mais comuns são inchaço e rigidez na musculatura das pernas, dores e sensação de formigamento nos membros inferiores e algumas extremidades podem apresentar marcas arroxeadas. “Há registros de pessoas que se curaram da infecção e só após 45 dias apresentaram alterações nas estruturas vasculares. Por isso, é de suma importância manter a atenção à circulação sanguínea mesmo depois da covid-19”, reforça o médico.

Por isso, o Dr. Márcio destaca que ao perceber essas mudanças, quando a pessoa já foi diagnosticada pelo coronavírus, deve procurar imediatamente o atendimento especializado para realizar exames laboratoriais. “Afinal, quanto antes identificar o problema e iniciar o tratamento, que geralmente é feito com uso de anticoagulantes, melhores serão as chances de recuperação”, concluiu o cirurgião vascular.

 

Sobre o especialista: Dr. Márcio Steinbruch – formado pela Universidade de São Paulo (USP), é médico com especialização em cirurgia vascular pelo Hospital das Clínicas da FMUSP, além disso, possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e é membro efetivo da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.