Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Transtornos mentais: por que eles cresceram durante a pandemia?

A pandemia chegou para pegar todas as pessoas de surpresa, principalmente desestabilizar algumas áreas da vida. Este é um assunto que permanece em pauta, ou seja, transtornos mentais por que eles cresceram durante a pandemia principalmente com a sua presença há quase dois anos no nosso país. 

Segundo pesquisas, os adolescentes foram os mais afetados pelos transtornos mentais, principalmente ansiedade e depressão. Estes dois aspectos já eram bem questionados, e com o isolamento social sua presença foi marcante.

Mas por que os adolescentes foram os mais afetados?

Várias pessoas possuem a visão equivocada de que transtornos mentais em adolescentes são sinônimo de frescura, porém, problemas sérios podem decorrer de doenças como as mencionadas anteriormente tendo em vista que, transtornos mentais por que eles cresceram durante a pandemia. Não analisar o caso e dar como “bobeira”, pode prejudicar ainda mais a saúde física e mental do jovem.

Aproveitando que entramos no mês de prevenção contra o suicídio, estes dois fatores podem ser os responsáveis por pessoas recorreram a tirar sua vida, por isso, se conhece alguém que não está recebendo todo o auxílio correto para amenizar estes transtornos, não deixe de ajudá-lo e dar todo o suporte necessário.

Além disso, vá em busca de profissionais especializados para entender todos os motivos que podem levar a depressão e ansiedade. Alguns desses parâmetros podem ter começado desde a sua infância e os sintomas apenas foram recorrentes no momento presente.

Ter uma opinião médica de psicólogos e psiquiatras será essencial para entender melhor a respeito destes transtornos mentais e buscar por caminhos alternativos que possam amenizá-los. 

Alguns estabelecimentos especializados no suporte de pessoas com transtornos mentais, como a clínica de recuperação Reabilitando Vidas, entendem que a melhor abordagem para pessoas nessa situação é o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar. Este acompanhamento pode ajudar a rastrear a origem do transtorno, e dessa forma combater o problema com mais eficácia.

Isolamento social

O isolamento social veio como o principal fator para transtornos mentais por que eles cresceram durante a pandemia. Além disso, muitas pessoas, infelizmente, perderam amigos e familiares, o que prejudicou ainda mais a saúde mental das pessoas. Estamos vivendo em um país onde problemas políticos e econômicos pairam a anos, pessoas perderam seus empregos, alimentos e contas subiram e não temos ideia do quando toda a situação vai entrar nos eixos.

Perder pessoas queridas e ficar longe de amigos por tempo indeterminado é um fator crucial para transtornos mentais aparecem, afinal, só temos o auxílio de redes sociais para conseguirmos nos comunicar. Ter a presença física durante um momento difícil como esse, onde mais da metade das famílias brasileiras tiveram de passar, é fundamental para amenizar a dor do luto.

Outro fator que influenciou transtornos mentais por que eles cresceram durante a pandemia foi a implementação das aulas remotas. Infelizmente, alunos que vivem em condições de moradia precária, sem a atenção devida do estado, foram impactados negativamente, inviabilizando que tais estudantes conseguissem prosseguir com as aulas remotas, principalmente quem vive em periferias.

Sintomas

Abaixo você terá acesso aos principais sintomas que alguns transtornos mentais podem causar. Além da ansiedade e depressão, outros serão comentados no decorrer deste tópico a respeito de transtornos mentais por que eles cresceram durante a pandemia.

Transtorno de Ansiedade Generalizada 

Um pouco diferente da ansiedade. Pessoas que possuem este transtorno se preocupam excessivamente com situações de seu cotidiano, criam problemas que muitas vezes não existem nenhuma possibilidade de acontecerem. Afeta cerca de 9,3 % da população brasileira.

Sintomas: tremores, dificuldade para dormir, formigamento de algumas partes do corpo, dores intensas no abdômen, fadiga, suor nas mãos e batimentos cardíacos acelerados.

Além desses sintomas, irritabilidade e exaustão também são consequências emocionais da FAG.

Depressão

 Um dos transtornos mentais mais graves, sem a ajuda de um profissional pode levar a pessoa ao suicídio. Sua duração pode variar de semanas a meses.

Sintomas: cansaço excessivo, dores pelo corpo, desânimo para realizar tarefas que antes gostávamos, sono alterado, falta de apetite, pensamentos pessimistas, ansiedade e preocupação excessiva.

Dependência Química

A principal dependência está no uso excessivo de bebidas alcoólicas, afetando cerca de 10% dos brasileiros e uso de tabaco, representando 9% da população. Pessoas com tais transtornos mentais podem prejudicar tanto ela, quanto as pessoas que estão ao seu redor.

Sintomas: queda no desempenho de atividades cotidianas, brigas recorrentes, acidentes graves (podendo levar a morte), alterações no apetite, sono e personalidade, se irritam com facilidade, perdem ou ganham peso de repente, presença de tremores, entre outros sintomas.

Se alguns desses sintomas a respeito de transtornos mentais por que eles cresceram durante a pandemia, estiverem presentes em sua vida ou na vida de pessoas que conhece, não fique receoso em procurar ajuda.

Infelizmente ainda temos o tabu de falar sobre transtornos mentais por que eles cresceram durante a pandemia, por isso, pessoas que possuem estas doenças ficam com receio de buscar ajuda. Mas lembre-se, ter apoio durante momentos difíceis como esse, que estamos vivendo desde 2020, é fundamental para que toda a sua trajetória de tratamento seja positiva. Comemore cada novo passo que realizar pelo seu bem estar e cuide de sua saúde mental, ela é seu bem mais precioso!