Tráfico leva dois para a cadeia

Duas ocorrências – na madrugada e no início da tarde desta segunda-feira (30) – atendidas pela GAMA (Guarda Municipal de Americana) culminaram com a prisão de dois acusados da venda de entorpecentes

 

Dois jovens foram presos acusados de tráfico de drogas em um espaço de dez horas entre a madrugada e o início da tarde desta segunda-feira (30). Ambas as detenções foram feitas por patrulheiros da GAMA (Guarda Municipal de Americana), no Jardim dos Lírios e no Parque Gramado, respectivamente. No total foram apreendidas 45 porções de cocaína (dez papelotes e 35 pinos), 18 pedras de crack e R$ 230, somadas as duas ocorrências. Em ambos os casos, os acusados foram autuados em flagrante e levados à cadeia.

 

No Jardim dos Lírios, os GCMs Wesley, Rodrigo e Amâncio patrulhavam pelo bairro quando viram, por volta das três horas, dois indivíduos pela Rua Juriti. Um deles, o ajudante de pintor L.G.A.M., de 20 anos, tentou sair do local, mas foi abordado. Foram localizados com ele dez papelotes de cocaína (total de três gramas) e 18 pedras de crack (cinco gramas), além de R$ 50 em dinheiro.

 

Ele foi levado para o plantão policial da Delegacia Seccional de Americana e autuado em flagrante pelo delegado Robson Gonçalves de Oliveira e levado para a Cadeia Pública de Sumaré.

 

Já no início da tarde de hoje, por volta das 13 horas, os GCMs V.Miranda e Batista tiveram a viatura abordada por populares no Parque Gramado, que denunciaram movimentação intensa e atípica em uma casa na Rua José de Pádua. As informações traziam suspeitas da prática da venda de entorpecentes no endereço, e os guardas foram realizar uma averiguação durante o patrulhamento.

 

Quando chegavam ao local, eles viram A.M.M., que completou 18 anos no último dia 11, e que tentou fugir, mas foi detido e confessou aos guardas estar vendendo as drogas. Na residência eles encontraram 35 pinos de cocaína, R$ 180 em dinheiro e apreenderam o celular do jovem, que foi levado para o 1º Distrito Policial. Lá, ele foi autuado em flagrante pelo delegado Alfredo Luiz Ondas com o agravante da prática do tráfico em local próximo a escolas, e encaminhado à Cadeia de Sumaré.

 

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas