SESI Santa Bárbara abre exposição “A História de Lampião”

O fotógrafo André Dib apresenta a influência do famoso cangaceiro na cultura do sertão brasileiro. Público poderá conferir as fotos. A entrada é gratuita.

 

O SESI Santa Bárbara d’Oeste expõe fotografias que apresenta a influência de Virgulino Ferreira da Silva (1898-1938), o Lampião, na cultura do nordeste brasileiro. Como o mais famoso cangaceiro serviu de exemplo para as práticas morais e sociais da região e criou o mito de um personagem imortal, que transcende a figura do herói e do bandido. A mostra No Rastro do Cangaço, do fotógrafo André Dib, fica em cartaz na unidade no período de 1º a 31 de março, com entrada gratuita. A visitação pode ser feita de segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 18h.

O fotógrafo, em visita ao sertão onde viveu Lampião, reconta sua história por meio de paisagens, pessoas, lugares, do modo de vida sertanejo e da arte. O Rei do Cangaço desafiou as agruras da caatinga, espalhando terror por onde passava. Sua presença influenciou a dança, a música, a poesia popular, o artesanato, o cinema, a culinária e as lições de moral do sertão.

Os visitantes terão uma experiência visual por meio de cenários naturais, personagens, vilas, fazendas, e até pela casa onde nasceu Maria Bonita (1911-1938), em imagens que conferem um tom histórico e documental ao ensaio.

 

Sobre o fotógrafo

A natureza pulsante e a forma como o ser humano nela se encaixa são o foco do trabalho de André Dib (1975), que não se restringe a paisagens, mas traz cenas cotidianas, costumes e tradições de um mundo diverso. Fotógrafo desde 2002, produz reportagens para as revistas National Geographic Brasil, Galileu, TAM nas Nuvens, Horizonte Geográfico e Explore Magazine, dos Estados Unidos. Tem registrado o modo de vida dos povos tradicionais e a riqueza natural de vários biomas. Ascendeu e documentou as maiores montanhas do Brasil e da América, trabalhou na Europa e no Oriente Médio. Vencedor do ABB Photo Competition, em Zurique, Suíça, e de dois prêmios da Fundação Nacional de Artes ? Funarte, entre outros.

 

Sobre as Exposições Itinerantes

O projeto Exposições Itinerantes apresenta obras originais ou reproduções fotográficas, criando circuitos alternativos de mostras de artes visuais nas unidades do SESI-SP e nas indústrias associadas, por meio do serviço Caixa de Cultura, para promover o contato e a difusão da arte e expressar a imensa diversidade cultural brasileira e mundial. Essa é mais uma iniciativa do SESI-SP para levar cultura e conhecimento à sociedade.

 

SERVIÇO

No Rastro do Cangaço

Local: SESI Santa Bárbara d’Oeste – Av. Mário Dedini, 216, Vila Diva

Datas e horários: de 1º a 31 de março – segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 18h

AVCB: (385435)

Alvará: (6482394 )

Informações: (19) 3026-2800

Entrada gratuita

Comentários

Notícias relacionadas