Servidor municipal de Iracemápolis terá reajuste de 6,58%

A Câmara aprovou um reajuste de 6,58% para os servidores da Prefeitura de Iracemápolis. O projeto foi enviado à Casa de Leis pelo prefeito Fábio Zuza.

O reajuste é um direito garantido por lei e contempla ainda o benefício saúde e o vale alimentação. Exceção a Adailson dos Santos, todos os vereadores votaram a favor do projeto.

O cartão-alimentação será reajustado para R$ 416 e o benefício saúde para R$ 84,70. Os valores foram definidos em diálogo com o Sindicato dos Servidores.

A data-base do funcionalismo é o mês de fevereiro e todo o retroativo referente a saúde e alimentação será pago ainda em maio. Já a reposição salarial será parcelada em duas vezes — sendo que o valor do reajuste referente a fevereiro também será pago em maio.

Para garantir o direito dos servidores, a Prefeitura terá um acréscimo de R$ 173 mil na folha mensal.

 

ATRASADOS

A Prefeitura também trabalha para resolver os atrasados dos funcionários municipais de Iracemápolis, que têm direitos trabalhistas a receber relativos aos anos de 2015 e 2016. A dívida do município com os servidores ultrapassa R$ 2 milhões.

São R$ 400 mil de horas-extras não pagas em 2016. De 2015, são mais R$ 50 mil de horas-extras. Também referente a 2015, há uma pendência de R$ 700 mil do reajuste salarial da época. A Prefeitura também não pagou o retroativo em 2016, equivalente a R$ 800 mil. Somam-se a isso R$ 72 mil de vale-alimentação não pagos no ano passado.

 

Comentários

Notícias relacionadas