24Horas Saúde 

Reunião apresenta Lei de Combate à Dengue em repartições públicas

Servidores municipais de Santa Bárbara d’Oeste reuniram-se nesta quarta-feira (30) no Anfiteatro “Detinha Dagnoni” para apresentação da Lei Municipal nº 3.594, de 11 de março de 2014, que dispõe sobre a adoção de medidas suplementares de prevenção, combate e controle do mosquito vetor da Dengue nas repartições públicas no âmbito do município. Na ocasião, o secretário de Saúde, Dr. Dreison Iatarola – acompanhado do coordenador do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), Alexandre Visockas, e do procurador municipal, Edmílson Salvador -, explicou diretrizes da Lei e salientou a importância do combate à doença dentro de setores da Administração Municipal.

 

A lei estabelece normas para conscientizar e disciplinar a conduta de servidores pelas repartições acerca da efetiva participação na prevenção. Cada repartição terá dirigentes como responsáveis pelo controle e eliminação de criadouros. Este dirigente poderá designar servidores para realizar o rastreamento de ambientes interno e externo mediante treinamento e orientação do CCZ, órgão responsável também pela fiscalização destes espaços. Constatada situação que permita a proliferação do mosquito, o dirigente e os responsáveis serão notificados.

 

Para o secretário de Saúde de Santa Bárbara d’Oeste, a designação de servidores resultará em uma ampliação significativa das equipes de combate à dengue no município. “A dengue não deve ser combatida pela Prefeitura somente com os agentes. Além da participação destes profissionais, todos os servidores devem ter conhecimento sobre as suas responsabilidades, potencializando estas ações de prevenção”, comentou Iatarola. “Temos agora um reforço significativo. O combate à dengue é um dever de todos, desde o Poder Público até à população”, acrescentou.

 

Também durante a reunião, informações gerais sobre a doença e sua transmissão foram encaminhadas aos servidores. “Esse é um trabalho permanente, que começa agora e continuará por prazo indeterminado. A intenção é minimizar problemas, quebrar o ciclo da doença e fazer com a dengue seja fortemente combatida em Santa Bárbara d’Oeste”, finalizou o secretário de Saúde.

 

Fotos: Luís Eduardo Deffanti

 

Assessoria de Imprensa

Comentários

Leia também...