fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Auto Motor

Quais os principais cuidados para se ter com o seu novo veículo?

Comprar um veículo é o sonho e o objetivo de muita gente. Mas neste momento, é importante ter muita paciência e atenção.

Pessoas que fazem bons negócios ao comprar um carro dão a devida importância ao investimento. Elas tomam todos os cuidados necessários ao comprarem um seminovo, e não se incomodam de perderem algum tempo pesquisando.

Esses cuidados vão desde a checagem dos documentos até uma análise mecânica aprofundada. Mesmo com essas precauções sendo necessárias, os veículos oferecem muitas vantagens, como preço mais baixo, valor do seguro, menor desvalorização, etc.

Já os compradores mais inexperientes ou descuidados acabam sofrendo com alguma consequência desagradável quando agem por impulso, principalmente quando compram o veículo de um vendedor particular.

É comum que o carro esteja cheio de defeitos ou que alguns problemas tenham sido escondidos para que a venda pudesse ser realizada.

Outro acontecimento muito comum são veículos com multas, documentação atrasada e até com placas adulteradas. Todos esses fatores podem trazer muita dor de cabeça, por fim quem paga é o comprador.

Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre os principais cuidados e procedimentos ao avaliar um veículo antes da compra.

Cuidados ao avaliar veículos antes da compra

Para não se enganar, bem como conseguir fazer um bom negócio, alguns procedimentos são necessários, tais como:

Checar a documentação do veículo

A documentação é um dos fatores mais importantes na hora de comprar um carro seminovo. 

Assim como uma empresa precisa de analise de riscos ambientais para estar dentro das exigências de funcionamento, um veículo também precisa de documentos para circular.

Eles devem ser originais, apresentar o nome do proprietário, a placa, o número do chassi, dentre outras informações importantes.

Checar a numeração do chassi é necessário para confirmar se não se trata de veículo roubado, pois eles costumam ter o número raspado ou adulterado. 

A numeração está localizado próximo ao motor, nos vidros e na carroceria, bem como no certificado do carro.

Placas originais devem ter letras e números alinhados, com contornos uniformes e bem definidos, além de espaços regulares.

Avaliar o estado geral do carro

Comprar um carro usado não é como comprar um carro zero, por isso, muita coisa precisa ser checada para evitar surpresas. O escapamento, por exemplo, não pode emitir excesso de fumaça.

As empresas de consultoria ambiental recomendam que isso seja verificado logo no início, pois veículos que emitem muita fumaça estão suscetíveis a multas. 

Na loja ou junto com o proprietário, também é importante verificar:

  • Estado dos pneus;
  • Condições do motor;
  • Suspensão;
  • Freios.

Caso não entenda muito, é recomendável contar com a ajuda de alguém mais experiente na hora de visitar o veículo.

Analisar o estado de conservação

É fundamental analisar o estado de conservação do carro e também de seus acessórios. 

Para isso, é importante se atentar à conservação da pintura, estado dos bancos, estofamento, ar-condicionado, console, funcionamento de vidros elétricos, etc.

O comprador precisa se conscientizar de que se algo não estiver de acordo, é ele quem vai arcar. Por exemplo, se o carro não contar extintor, o novo proprietário terá de procurar por extintor de incêndio preço para substituí-lo.

Pesquisar o histórico do veículo

Verificar a documentação é importante, mas é ainda mais necessário consultá-la no Detran. 

Pelo site do órgão, todas as informações podem ser conferidas. Dessa forma, o comprador pode se informar a respeito de débitos como multas, IPVA e DPVAT.

Além do site do departamento nacional de trânsito, essas informações podem ser conferidas no site da Secretaria da Fazenda.

Verificar o manual

É importante usar o manual do proprietário para checar se todas as revisões necessárias foram feitas ao longo do tempo no veículo.

Por meio dele, o comprador consegue saber se o carro teve todos os cuidados necessários, incluindo os carimbos das revisões feitas na própria concessionária.

Checar a quilometragem

Veículos muito rodados, obviamente, estão mais sujeitos a apresentarem algum problema. Isso é natural, mesmo que ele tenha recebido todos os cuidados necessários.

Um carro, assim como os equipamentos usados quando alguém procura por digitalização de documentos preço, possui um sistema de funcionamento que precisa ser observado.

O odômetro é um deles, sua função é marcar a quilometragem do veículo, ou seja, o quanto ele já andou. Quanto mais velho for o carro, mais tempo de circulação ele terá.

Só que, em alguns casos, veículos antigos rodaram pouco, então, deve ser considerado a idade do veículo mais a sua quilometragem.

Além disso, é preciso estar atento, pois vendedores de má fé podem alterar essa informação, levando vantagem em cima de um carro muito mais rodado.

Ao encontrar um veículo, por exemplo, de 2000 com apenas 100 mil KM rodados, desconfie, assim como um carro de 2015 com 500 mil KM também pode ser uma dor de cabeça.

Além disso, para ter certeza da informação mostrada no odômetro, é recomendável avaliar outros componentes do carro.

Verificar as referências do vendedor

Por fim, mas também muito importante, é necessário verificar as referências de quem está vendendo o veículo. Esse processo é tão importante quanto escolher a melhor empresa para montagem de painéis elétricos.

Antes de agir por impulso e se basear apenas na aparência do vendedor ou da loja, consulte algumas informações pela internet. Veja se há reclamações ou se a pessoa já fez um mau negócio com alguém.

Existem algumas empresas que oferecem consultas aprofundadas sobre carros, lojas e vendedores particulares que ajudam a evitar os mais diferentes tipos de fraudes.

Como fazer um bom negócio

Com as dicas acima, o comprador terá mais de meio caminho andado na hora de fazer uma boa compra. 

Mas também é importante se atentar na hora de levar o carro para uma avaliação com um mecânico. 

Uma boa revisão deve verificar pontos como:

1 – Água do radiador

Verificar a água do radiador é algo que deve ser feito constantemente, inclusive durante uma revisão veicular antes da compra. A falta de água causa o superaquecimento do motor com danos irreversíveis.

A água deve estar sempre no nível máximo e o reservatório nunca deve ser aberto enquanto o motor estiver quente.

2 – Nível do óleo do motor

A falta ou o excesso de óleo pode causar muitos danos. Assim como é importante um suporte para extintor de chão dentro do carro, o óleo deve ser verificado quando o carro estiver frio, para ter mais precisão.

Quando o nível está baixo, é necessário fazer a troca e nunca aumentar a quantidade. Isso pode causar danos ao motor.

3 – Filtro de combustível

Aqui o mecânico verifica as condições do filtro de combustível, que deve ser trocado a cada 15.000 km rodados. 

Caso isso não seja feito, a bomba pode ser seriamente danificada.

4 – Filtro de ar

O filtro de ar serve para limpar tudo o que está dentro do motor. 

O mecânico também verifica as condições dessa peça, pois deve ser trocada, também, a cada 15.000 km rodados.

5 – Filtro do ar condicionado

Antes de comprar o carro e fazer alguma mudança, como blindagem automotiva, outros itens devem ser checados, como o filtro do ar condicionado. 

Se ele não está ok, não vai purificar o ar, além de acumular fungos e bactérias nocivos à saúde.

6 – Luzes e faróis

É imprescindível que as luzes e faróis estejam funcionando. 

O mecânico vai avaliar se todas acendem, incluindo a luz de freio, que em alguns momentos pode interferir até no funcionamento do carro. 

Caso não estejam em bom estado, a troca é simples e pode ser feita no mesmo dia.  

7 – Alinhamento

A revisão do alinhamento é importante, tanto para evitar o desgaste dos pneus quanto para a segurança do motorista e dos passageiros. 

A cada troca de pneus ou a cada 10.000 km rodados o carro precisa ser alinhado.

8 – Parte elétrica

A parte elétrica é fundamental em qualquer tipo de veículo, desde os que realizam transportes pesados até carros de passeio. 

Nela, são verificados itens como:

  • Bateria;
  • Motor de arranque;
  • Alternador;
  • Fusíveis.

Conclusão

A responsabilidade do motorista começa antes mesmo dele comprar um veículo. Qualquer problema será sua obrigação de arcar, por isso, uma boa checagem antes da compra pode evitar muitos transtornos.

Os carros são importantes para o dia a dia. Com eles, as pessoas conseguem se locomover melhor para o trabalho, escola, compras, viagens, etc.

Porém, para que ele atenda a todas essas necessidades, precisa ter tudo em dia e bem cuidado.

Seguindo alguns procedimentos, fica mais fácil escolher aquele carro que tenha as condições que você precisa, que caiba no seu orçamento e que satisfaça as suas necessidades. Maneiras simples de realizar um sonho, fazendo um bom negócio.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários