fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Prefeitura de Nova Odessa e Sindicato discutem dissídio salarial


Queda na arrecadação e Lei de Responsabilidade Fiscal impedem percentual maior; Administração implantou nos últimos anos projeto de valorização dos servidores

 

A Prefeitura de Nova Odessa apresentou na última quarta-feira, dia 16, a contraproposta da pauta de reivindicações protocolada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. Em reunião com os membros da entidade, a Administração propôs reajuste salarial de 9%, a ser pago nos meses de março, junho e agosto. Foi proposto também aplicação do mesmo percentual à cesta básica. Atualmente, a prefeitura conta com 1.442 servidores.

 

A direção do Sindicato foi recebida pelo prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza, acompanhado dos secretários Francisco Mauro Ramalho (Administração), Mara Beatriz Kilmeyers (Finanças) e do diretor de Assuntos Jurídicos, Demetrius Adalberto Gomes.

 

Durante a reunião, o prefeito explicou aos diretores do sindicato que a crise econômica pela qual passa o País e a consequente queda na arrecadação sentida no município, aliada ainda ao limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, impedem que a Administração ofereça um reajuste superior a 9%.

 

Em janeiro registramos um aumento de 8% no recolhimento dos impostos em relação ao mesmo período do ano passado. Em fevereiro, foi apenas 1%, ou seja, não temos tido aumento em nossa arrecadação para que possa ser repassado um reajuste maior”, explicou Gomes.

 

O diretor ressaltou ainda que, ao contrário de outras cidades da região, Nova Odessa tem honrado com pagamento dos servidores em dia, de forma integral. “Diariamente vemos cidades de grande porte bem próximas à Nova Odessa anunciando parcelamentos e atrasando os pagamentos dos servidores. A Administração tem cumprido com o compromisso de garantir ao seu servidor a certeza de que receberá seu pagamento na data correta, dando a ele a tranquilidade de que também poderá honrar com seus compromissos”, afirmou.

Ramalho afirmou que esta foi a primeira reunião com o sindicato para discussão da pauta e que outras reivindicações feitas pela entidade estão sendo analisadas. “Nosso comitê gestor tem analisado cuidadosamente esta situação, verificando as solicitações feitas e as possibilidades que temos”, explicou.

 

MEDIDAS – O prefeito Bill destacou que tem implantado um projeto de valorização do servidor e pediu compreensão neste momento delicado pelo qual o País todo passa. “Além do reconhecimento de quem trabalha por Nova Odessa, de quem veste a camisa para cuidar da cidade, temos realizado uma série de ações para aumentar nossa arrecadação e reduzir despesas, diminuindo assim os impactos da crise financeira”, afirmou.

 

Entre as medidas tomadas estão revisão dos contratos, redução de jornada, diminuição de cotas de impressão e serviços de energia, telefonia e suprimentos, entre outras medidas. Foi implantado também um comitê gestor que analisa todos as ações da Administração, visando sempre a economia.

 

A Administração também implantou nos últimos três anos um projeto de valorização do servidor, com melhorias nas condições de trabalho. Entre os benefícios implantados estão ampliação da licença-maternidade de quatro para seis meses, instituição de licença-prêmio, implantação do plano de carreira, contratação de 297 servidores concursados, equiparação de salário, carga horária e cesta básica das educadoras do Ensino Infantil, aumento de quase 48,35% no valor da cesta básica, instituição de seguro de vida aos guardas municipais, sexta falta abonada e implantação de bônus por meritocracia aos profissionais da Educação, nova sede para GCM (Guarda Civil Municipal), aquisição de máquinas e equipamentos – melhorando as condições de trabalho, entre outras ações.

 

 

Comentários

Dennis Moraes