Prefeitos reunidos em Brasília vaiam ausência de Dilma em evento

Centenas de prefeitos reunidos na 14ª Marcha dos Prefeitos, em Brasília, vaiaram a ausência da presidente Dilma Rousseff na cerimônia de abertura do encontro, nesta terça-feira (9).

A participação da presidente na solenidade era esperada, como é tradição em todas as edições recentes da marcha, em que milhares de prefeitos vão à capital federal cobrar medidas em apoio aos municípios.

Ontem, segundo relato de Paulo Ziulkoski, presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), responsável pelo evento, a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) lhe telefonou por volta das 22h30 para comunicar que a presidente Dilma não participaria mais da solenidade de abertura, mas que iria ao evento na quarta-feira (10).

Ao anunciar a ausência da presidente, grande parte dos prefeitos vaiou.

Ziulkoski se incomodou com a atitude, e cobrou respeito à presidente, anunciando que ela viria no dia seguinte.

“Eu não vejo razão nenhuma de raiva”, disse o presidente da CNM aos prefeitos, afirmando que a mudança na programação de Dilma foi comunicada a ele às 22h30 de ontem. “Sei que um ou outro está indignado, mas temos que agir como democratas. Não podemos agir pela emoção.”

“Então vamos embora, vamos pra casa”, gritou um dos prefeitos na plateia.

Além de Dilma, também não compareceram à solenidade o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), que também tinha presença prevista.

Na edição do ano passado, Dilma também foi vaiada pelos prefeitos. Na ocasião, ela discursava na abertura do evento e falava sobre a divisão das receitas dos royalties do petróleo – um dos temas sensíveis na pauta dos prefeitos à época. Depois, a presidente chegou a falar com dedo em riste com Paulo Ziulkoski.

 

Folha de São Paulo

Comentários

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta