RMC 

Prefeito Bill e presidente da Cetesb pedem empenho de municípios na redução de resíduos

O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza, presidente do Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos), e a presidente da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), Patrícia Iglecias, pediram empenho dos municípios da região de Campinas na redução do impacto de resíduos no meio ambiente, conforme prevê a lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Eles participaram do seminário “Diálogos atuais sobre resíduos”, realizado nesta segunda-feira (2), no auditório da Prefeitura de Nova Odessa. O evento reuniu prefeitos, vereadores, promotores, técnicos, representantes de entidades que atuam na área ambiental e gerentes regionais da autarquia responsável pela fiscalização e emissão de licenças ambientais no Estado.

“Precisamos nos unir. Temos seis cidades ao longo do Ribeirão Quilombo [Campinas, Hortolândia, Sumaré, Paulínia, Nova Odessa e Americana] e não conseguimos somar esforços e adotar medidas efetivas para despoluir o rio, que é um patrimônio nosso. A população precisa se envolver nessa causa, cobrar vereadores e os gestores públicos, para que possamos mudar esse cenário”, afirmou Bill, na abertura do evento.

O presidente do Consimares citou o exemplo de Nova Odessa, que tratava 7% do esgoto em 2012 e, com uma série de investimentos, alcançou o índice de tratamento de 100% do esgoto doméstico coletado. “Além disso, implantamos uma usina que transforma lodo de esgoto em adubo, para diminuir o volume de resíduos destinados ao aterro sanitário, reduzindo a carga orgânica e as despesas do município”, exemplificou o prefeito.

O prefeito Bill também reforçou a importância dos municípios se empenharem na implementação da logística reversa. “Nós temos o projeto ‘Um Sonho de Natal’, por meio do qual envolvemos alunos da rede municipal e coletamos 70 mil garrafas pets e, com ajuda de voluntários e empresários, transformamos esse material, que poderia estar no Quilombo, em belíssimos enfeites de Natal”, contou Bill.

Para a presidente da Cetesb, o caminho para redução do volume de resíduos está em parcerias com estabelecimentos comerciais. “Precisamos reduzir a quantidade de resíduos destinados aos aterros sanitários. Uma boa alternativa é criar pontos de entrega voluntária nos comércios para que os fabricantes façam a coleta. Assim, fortalecemos o sistema de logística reversa e diminuímos a responsabilidade dos municípios”, sugeriu Patrícia.

O prefeito de Elias Fausto e vice-presidente do Consimares, Maurício Baroni, concorda que passou da hora de os municípios fazerem a sua parte. “É hora de nós, prefeitos, fazermos a Política Nacional de Resíduos Sólidos acontecer”, pontuou Baroni. “Cada município tem de adotar pequenas medidas”, reforçou o prefeito de Hortolândia, Ângelo Perugini. 


Nove anos após a vigência da lei federal, o promotor Rodrigo Sanches Garcia, membro do Núcleo Campinas do Gaema (Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente), defende a revisão da aplicação da lei nos municípios. “Estamos num momento em que devemos fazer um balanço e verificar onde avançamos e onde não conseguimos avançar, para que possamos corrigir falhas e seguir em frente”, observou Garcia.
Também participaram do debate a promotora de justiça do Núcleo Piracicaba do Gaema, Alexandra Faccioli; os gerentes regionais da Cetesb: Adriana Alves (Americana), Thiago Vieira Alves (Campinas) e José Ferreira Assis (Piracicaba); Fernando Wolmer, diretor de Avaliação de Impacto Ambiental da Cetesb; o diretor-presidente da Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), Carlos Silva Filho; a diretora técnica da entidade, Gabriela Otero; Francisco Lahóz, secretário-executivo do Consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí); José Carlos Saad, coordenador de Projetos do Consórcio PCJ; o diretor-executivo da Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas), Antonio Carlos Sacilotto; o secretário de Meio Ambiente de Nova Odessa, Edson Barros de Souza, o “Nenê Gás”; e o presidente da Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa), Ricardo Ongaro.

Representaram os legislativos municipais os vereadores de Elias Fausto, Evandro Rocha e Adriano Luko, membro do Conselho Fiscal do Consimares; e Rudinei Lobo (Sumaré). A programação do evento foi coordenada pelo superintendente do Consimares, Valdemir Ravagnani, o “Mimo”, e pelo secretário-executivo do consórcio, Fábio Orsi.

 

Comentários

Notícias relacionadas