24Horas RMC 

Prefeito assina projeto que corrige salários de servidores do DAE, GAMA e Administração

O Prefeito Diego De Nadai assinou, nesta segunda-feira, 31,  projeto de lei que altera cargos e vencimentos de funcionários do DAE, Administração Direta e Gama. O objetivo é corrigir distorções e melhor adequar os vencimentos dos servidores promovendo ainda a isonomia entre os órgãos da administração direta e indireta.

Para a efetivação da correção salarial salarial foram realizados estudos sobre o impacto financeiro em consideração aos limites máximos de comprometimento da receita corrente líquida com a folha de pagamento, nos termos da Lei Complementar 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal).

 

DSC_6567Os acréscimos resultantes da alteração de grupo salarial e vencimentos foram considerados na receita para o exercício de 2014, fator essencial para que a  revisão fosse possível. Quase 400 servidores serão beneficiados o que representará um acréscimo de de R$ 170 mil mensais na folha de pagamento.

 

“A prefeitura e o sindicato estão proporcionando projetos positivos que venham ao encontro da coletividade. Temos procurado equacionar as reivindicações, através do sindicato, de forma organizada”, ressaltou o prefeito.

 

Para Davi Ramos, secretário de habitação, a conquista representa os tempos antigos da história de luta de todas as categorias sindicais e trabalhistas. “Buscamos junto ao sindicato a melhor forma de fazer justiça para beneficiar os servidores municipais que de alguma forma estavam em desvantagem”.

 

Prefeito Diego assina projeto que beneficia novas categorias de Servidores publicosEstão no projeto os servidores da  Gama: Vigia – Prefeitura: operador de rolo compressor, aplicador de asfalto, fisioterapeuta, terapia ocupacional, auxiliar de enfermagem, vigia, arquiteto, engenheiro, engenheiro civil e engenheiro de segurança do trabalho –  DAE: vigia, aplicador de asfalto, operador de rolo compressor, operador de bomba, eletricista, assistente social, supervisor de informática, engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro eletrônico engenheiro em segurança do trabalho, engenheiro mecânico, engenheiro sanitarista e procurador jurídico.

De acordo com Antônio Forti, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, o sindicato está estruturado e tem bom relacionamento com a Prefeitura, mas atua para o servidor. “O sindicato não está atuando nem sendo a voz de ninguém e sim a voz do servidor público municipal”.

 

Unidade de Imprensa

Comentários

Leia também...