Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Por que o RH é importante nas pequenas empresas?

Pequenas empresas, grandes negócios’, esse é um lema comum no mercado empresarial. Esse conhecido bordão tem fundamento nas responsabilidades exigidas em uma empresa, independentemente da sua amplitude. 

 

Os desafios crescem em conjunto ao público, verdade, mas isso não exime o seu negócio de entregar o melhor resultado possível para o público.

 

Na verdade, essa exigência é até maior quando se fala de uma empresa recém-inaugurada, em pleno processo de se apresentar ao público e contar assim, com a sua presença nessas primeiras atividades comerciais da empresa.

 

Um pequeno escritório não possui o mesmo capital que um grande conglomerado empresarial, que pode investir em um atendimento especializado para os seus clientes. Isso não significa que a sua pequena empresa não possa tomar atitudes similares.

 

Por exemplo, o aluguel de maquina de cafe e capuccino pode trazer um ar profissional para o seu jovem negócio, atuando em serviço de conforto e valorização dos clientes que optaram por conhecer os serviços realizados pela sua companhia de pouco tempo de mercado.

 

Assim como essas empresas de diferentes portes podem compartilhar ações beneficiárias, obviamente adaptadas para a realidade de cada uma, existe uma semelhança quando se pensa nas responsabilidades de cada setor.

 

As áreas de comunicação e de atendimento, por exemplo, são fatores essenciais para o progresso de uma empresa, construindo uma relação com o cliente que começa com um anúncio e termina no contato realizado no processo de pós-venda.

 

Esse mesmo cuidado com o público consumidor também precisa ser executado quando se pensa no público interno, através de estratégias que otimizem o trabalho dos funcionários, algo conhecido pelo profissionais de comunicação como endomarketing.

 

Dentro dessas ações, um dos setores essenciais para se conquistar esse tipo de resultado é o departamento de recursos humanos.

 

Ele que, de forma errada, costuma ser ignorado pelas pequenas empresas, que acham que esse controle dos funcionários só é necessário quando se pensa em um grande conglomerado, com diversos profissionais.

O que uma empresa perde ao não ter um RH?

O RH é uma sigla referente a Recursos Humanos, logo, não implementar um setor similar em sua empresa significa abrir mão de todo um processo de humanização do seu negócio, o que pode afastar o público e dificultar as suas atividades internas.

 

Isso porque é o setor de RH que se responsabiliza pela vida do funcionário dentro de uma empresa, começando pelo processo de recrutamento.

 

Contratar um bom empregado exige uma série de etapas como entrevistas e análise de currículos. Algo que pede um certo preparo, principalmente para identificar os profissionais ideais para a sua companhia.

 

Sejam aqueles renomados, que podem trazer ganhos imediatos para a empresa, como aqueles recém-formados, com potencial de crescer junto à companhia.

 

Porque além de recrutar os melhores funcionários, é necessário atuar em sua capacitação para o setor, por meio de treinamentos especializados. Um profissional do RH é capaz de identificar essas forças e fraquezas, sabendo o que pode ser aproveitado pela empresa.

 

Recrutar, motivar, capacitar, monitorar e auxiliar, um conjunto de ações realizadas pelo setor de RH, que são capazes de refinar a qualidade das atividades exercidas em sua companhia, independentemente do seu tamanho.

Quais são os benefícios do RH?

Já deve ter ficado claro como o departamento de Recursos Humanos é capaz de aprimorar os serviços internos da sua empresa. Em consequência desses serviços otimizados a sua companhia passa a contar com uma série de especialidades.

 

Questões que podem agir como vantagens comerciais em relação aos seus concorrentes, sejam eles do seu mesmo nível ou empresas de portes maiores, o que leva um cliente que busca na internet por “software restaurantes” ser direcionado à sua companhia.

 

Entre esses benefícios se destacam:

 

  • Melhor desempenho da equipe;
  • Menor rotatividade de funcionários;
  • Redução de custos;
  • Clientes fidelizados;
  • Ambientes saudáveis de trabalho.

 

Por mais que sejam vantagens relacionadas ao público interno, o proveito a ser conquistado terá um grande impacto na entrega dos seus serviços, o que é recompensado por uma maior presença e contribuição no número de clientes.

Melhor desempenho da equipe

A capacitação da equipe de funcionários garante um melhor trabalho por eles realizado, o que reflete na qualidade final dos seus produtos ou serviços. A mesma coisa acontece quando existe um setor preocupado exclusivamente com essa atuação interna.

 

É o caso de uma companhia que trabalha realizando projetos de educação ambiental em empresas, por exemplo.

 

Ao ter um equipe integrada, assegurada por um setor que trabalhe exclusivamente para o bem-estar interno da companhia, esses profissionais poderão se ocupar exclusivamente na realização desses projetos.

Menor rotatividade de funcionários

Muitas vezes uma empresa gasta tempo treinando funcionários e os capacitando para uma atividade específica. Após todo esse investimento interno, ver esse colaborador partir para outra companhia pode representar um grande dano para a sua empresa.

 

A rotatividade de profissionais, algo no marketing conhecido como o processo de turnover, pode ser prejudicial, ainda mais quando se pensa em pequenos negócios, onde contar com funcionários preparados é essencial para o progresso da empresa.

 

A importância de manter colaboradores capacitados é maior para negócios de atividades específicas, como quem trabalha com lixo hospitalar descarte. Esses resíduos hospitalares exigem grandes cuidados e um preparo adequado pelos responsáveis.

 

Um setor de RH consegue acompanhar as atividades desses funcionários, garantindo o cumprimento de regras, assim como assegurando que esses colaboradores tenham todo o auxílio necessário no cumprimento dessas atividades.

Redução de custos

Por mais que a instauração de mais um departamento possa parecer um gasto relevante, ainda mais quando se pensa em um negócio que acabou de abrir as portas, tendo que lidar com todos os gastos necessários para iniciar as suas atividades.

 

Ter um setor de recursos humanos em sua empresa não se define como um gasto a mais, e sim como um investimento a longo prazo, capaz inclusive de reduzir as despesas futuras da sua companhia.

 

Voltando ao exemplo da empresa de descarte, que precisa seguir as regulamentações definidas pelos mais recentes e atualizados estudos de impacto ambiental.

 

Para atuar nesse sentido, a empresa tem que capacitar os seus funcionários, então, perdê-los significa ter que começar do zero o treinamento com novos empregados, aumentando os gastos da companhia.

 

Por ser um setor burocrático, o cumprimento otimizado de atividades ligadas à documentação do negócio também pode agilizar o seu trabalho, diminuindo a porcentagem de despesas gastas, por exemplo, com juros referentes ao atraso de pagamento.

Clientes fidelizados

Para uma pequena empresa, a fidelização dos clientes é de grande importância, pois é justamente ao poder contar com um número previsto de rendimento que o negócio pode saber o momento correto de investir em si mesmo.

 

Contar com funcionários constantes, que realizam o atendimento de um consumidor frequente, pode fortalecer a relação entre o cliente e a empresa. É um conceito similar à posição de um gerente bancário, que conhece a fundo os clientes daquela agência.

 

É por meio dessa proximidade com o consumidor que um negócio que lida com a venda de pallets usados, por exemplo, terá a confiança dos seus clientes, que confiam na qualidade desses materiais reutilizados.

 

E a fidelização dos clientes começa com a fidelização dos funcionários, o que acaba sendo uma consequência das ações realizadas pelo setor de recursos humanos.

Ambientes saudáveis de trabalho

Para que a sua empresa realize um serviço de qualidade, é preciso que os seus colaboradores internos tenham condições de desempenhar esse tipo de trabalho, de acordo com o seu bem-estar dentro da companhia.

 

O departamento de RH é o responsável por trazer o elemento humano à empresa, garantindo um ambiente saudável aos seus funcionários, tanto fisicamente como emocionalmente.

 

Somente ao serem motivados nesse sentido, seja por meio de brindes como um bloco de anotações com caneta personalizado, ou com a simples reconhecimento de suas atividades exercidas, o trabalho dos funcionários pode sofrer grandes melhoras.

A importância do RH em pequenas e grandes empresas

O RH é responsável, entre outras coisas, pela manutenção dos serviços internos da sua companhia, e consequentemente, pela continuidade dos seus serviços, o que leva ao crescimento da empresa.

 

Uma importante escala de etapas, capaz de ditar o sucesso ou não do seu pequeno negócio, tendo ele oportunidades para alcançar posições superiores em relação ao mercado no seu futuro.

 

Ao lidar com a burocracia da sua companhia, com o auxílio de um software especializado, por exemplo, ela terá resultados positivos tanto em um campo interno como externo. 

 

O que a longo prazo pode fazer com que alguém que procure por locação de caçambas em Diadema recorra diretamente aos seus serviços, através de um trabalho de qualidade que começou através do investimento em seus colaboradores internos.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.