Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Por que o mercado valoriza tanto o ESG?

ESG é a sigla em inglês para Environment, Social & Governance, que ao ser traduzido para o português significa Ambiental, Social e Governança, ou ASG.

É um conceito aplicado para se referir às boas práticas de empreendimentos que se preocupam com este tripé de valores básicos para sua atuação.

Empresas que adotam boas práticas de ESG estão menos suscetíveis a problemas em âmbito trabalhista, jurídico, à ocorrência de fraudes e questões ligadas a impactos ao meio ambiente.

Investidores buscam fontes atrativas e mais seguras para realizarem seus investimentos, e isso vai além do lucro, da receita, dos passivos e dívidas, de forma que a política adotada é algo fundamental para trazer essa segurança.

Isto faz com que uma empresa pautada em ESG ganhe destaque frente às exigências do mercado de investimentos.

Neste artigo pontuaremos o que define uma empresa ESG, assim como suas vantagens e o motivo do mercado valorizar tanto práticas voltadas para critérios ambientais, sociais e de boa governança corporativa. Continue lendo e confira.

O que define uma empresa ESG?

Mesmo uma empresa voltada para quem quer comprar plantas ornamentais atacado, pode se adequar ao ESG, uma vez que esta é uma tendência do mercado como um todo.

Pontuamos a seguir as melhores práticas em relação aos três pontos principais do ESG, o ambiental, o social e a governança.

  1. Princípios ambientais

Em relação às boas práticas ambientais está a busca da redução do impacto ambiental causado pelo processo de produção. Um bom ponto de partida é verificar o certificado de regularidade ibama preço, para se adequar à legislação vigente para o meio ambiente.

A busca por boas práticas envolve todo o processo produtivo, de forma a buscar alternativas sustentáveis que reduzam os impactos.

Isso engloba um uso consciente dos recursos naturais, a redução na emissão de poluentes, boas práticas e redução de embalagens, assim como o descarte adequado de resíduos.

Da mesma forma, inclui também o desenvolvimento de medidas voltadas para projetos de preservação ambiental.

  1. Princípios sociais 

Quanto às práticas sociais, é importante a adoção de medidas que aprimorem o relacionamento da empresa com a sociedade. Neste contexto podemos pontuar:

  • O respeito aos direitos trabalhistas;
  • A valorização da segurança e da saúde dos trabalhadores;
  • Apoio à inclusão e à diversidade;
  • O foco na experiência do consumidor.

Além, é claro, do posicionamento do empreendimento em prol de causas beneficentes e sociais.

  1. Princípios de governança

Serviço de Rip Rap e demais negócios que queiram se adequar às práticas do ESG também engloba a governança da empresa.

É importante a adoção de práticas e políticas que direcionam o controle da organização com um comportamento institucional que se oponha a práticas como a lavagem de dinheiro e corrupção.

Os valores da empresa, assim como sua postura moral e ética devem estar alinhados com a transparência do empreendimento.

Aderir aos princípios do PRI (Princípios para o Investimento Responsável), assim como prezar pelo bom relacionamento entre gestores, funcionários e até mesmo os acionistas.

E ainda, o não envolvimento, seja da empresa ou dos diretores, em condenações jurídicas, fraudes, escândalos ou denúncias.

O ESG no mercado financeiro e sua valorização

Contar com a certidão ibama certificado de regularidade, boas práticas sociais e de governança, torna um negócio mais valorizado no mercado financeiro.

Além do lucro da empresa em si, os pilares ambientais, sociais e de governança trazem maior segurança para um investimento.

Empresas que adotam boas práticas em relação a estes pilares estão mais seguras em relação a riscos externos, como multas ou sanções.

Dessa forma o mercado passa a valorizar mais as empresas que seguem as políticas de ESG, uma vez que seu valor também está relacionado à sua responsabilidade com a sociedade e o meio ambiente.

Em outras palavras, empresas que atendem às práticas de ESG são tidas como mais responsáveis e seguras, o que diz respeito também a sua eficiência e solidez no mercado.

Inclusive, um relatorio de controle ambiental mineração pontua essa preocupação com os impactos que o empreendimento pode gerar.

Isso se faz ainda mais fundamental frente aos problemas ambientais atuais, como mudanças climáticas, os impactos do desmatamento que ameaçam tantas espécies, muitas já em iminente risco de extinção.

Não só em relação às questões ambientais, o ESG caracteriza empresas que respeitam o direito dos colaboradores e consumidores.

Os investimentos que respeitam estes pilares de ESG são tidos como indutores de crescimento futuro por analistas, diretores, investidores e conselhos de administração.

Isto porque empresas que se adéquam se tornam mais competitivas no mercado, com redução de custos e de possíveis imprevistos, além da potencialização dos lucros a médio e longo prazo.

Ações que visem garantir um boa análise físico química de água e certificações que amparem os investimentos ambientais, sociais e de governança, trazem essa segurança que os investidores procuram.

A longo prazo, essa preocupação está diretamente relacionada ao fato dos recursos serem finitos, o que cria um obstáculo para a expansão de um negócio.

Vantagens do ESG para as empresas

Como você pode perceber até aqui, uma empresa pautada em uma política de ESG, garante uma série de vantagens do mercado. Como a redução de custos operacionais que levam a ganhos na produtividade, que por si só já valorizam um negócio. 

Ao mitigar riscos socioambientais, se reduz a necessidade de possíveis interferências legais e regulatórias. Tem-se mais oportunidades para chegar até novos nichos de mercado e desenvolver novidades em relação aos produtos.

Como um grande hospital que conta com uma eficiente política de coleta de resíduos hospitalares, tem-se uma melhora na imagem e na reputação do empreendimento.

Ações como estas levam à fidelização de clientes que se preocupam com a sustentabilidade e valorizam os princípios do ESG.

Em relação ao corpo de funcionários, é propiciado índices de satisfação mais altos, o que se reflete diretamente na atração e retenção de talentos para a empresa.

Financeiramente para a empresa, também podemos falar em incentivos, como a emissão de green bonds, títulos de dívidas que contam com sua destinação exclusiva para iniciativas e projetos que tenham como objetivo impactos positivos ao meio ambiente.

Também se ganha acesso para as linhas de crédito verdes, voltadas para o financiamento de projetos sustentáveis. Esta é uma linha de crédito que conta com taxas de juros mais baixas e prazos mais acessíveis.

A maior segurança para o investidor é garantida pela equidade e transparência, diferenciais muito importantes como critérios para quem procura boas alocações de investimentos.

A diversidade social traz o diferencial competitivo, por reunir colaboradores com diferentes pontos de vista, formações, opiniões e experiências de vida.

O aspecto da competitividade também é garantido pela antecipação em relação aos concorrentes de questões legais e regulatórias. Como você pode notar, a lista de benefícios e vantagens para uma empresa, investidores e consumidores é bem significativa.

Mas por ser algo novo e uma tendência do mercado, ainda conta com um pequeno número de empresas que realmente adotam as políticas de ESG de forma ampla.

Outra questão é o greenwashing, termo usado para designar empresas que possuem um discurso sustentável, mas não aplicam isso à sua operação.

Considerações finais

Para quem procura por boas oportunidades de investimento, buscar por empresas que estejam devidamente inseridas em uma boa política de ESG é um grande diferencial.

Considere os princípios que listamos para assegurar que as empresas escolhidas para seu investimento sejam pautadas nessa linha de desenvolvimento.

Principalmente no que tange os investimentos a longo prazo, ao buscar por estas empresas se antecipa uma tendência, pois o desenvolvimento ambiental sustentável, a preocupação social e a boa governança são pautas importantes para o futuro.

Para empresas que buscam potencializar seus resultados se tornando mais rentáveis e sustentáveis ao longo do tempo, procure por uma boa empresa de consultoria ambiental pgrs para garantir sua certificação ambiental.

Neste artigo pontuamos o conceito de ESG, seus princípios e vantagens para um empreendimento. Os benefícios vão além da valorização do negócio, aplicando-se tanto na qualidade do ambiente de trabalho quanto na experiência do consumidor.

Aliás, com base no novo perfil de consumidor e de investidores vemos a tendência de se preocupar com os impactos ambientais e posicionamento das marcas que consomem e investem.

Não só questões ambientais e sociais se fazem fundamentais, mas a política de gestão quanto a governança, devem visar a equidade e a transparência nos negócios.

Valorizar um empreendimento quanto à sua preocupação com o meio ambiente, seus valores éticos e morais para com todos os envolvidos, assim como seu impacto social, são caminhos para um desenvolvimento sustentável.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.