Piracicaba: Com muito equilíbrio, Copa ECPA de Velocidade chega à metade


Competição retoma atividades em setembro em suas quatro categorias

 

A quarta etapa da Copa ECPA de Velocidade, que foi disputada neste último final de semana (20 e 21), no autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, marcou a metade do certame. As provas foram realizadas no sábado, nas categorias Fórmula Vee Clássicos de Competição e Paulista de Stock Jr., e no domingo, quando aconteceram as corridas de Marcas e Pilotos, totalizando nove baterias.

 

Stock Jr.

Otto Baumgart voltou a vencer na segunda etapa do Paulista de Stock Jr. O piloto da Vedacit ganhou de ponta a ponta a primeira bateria e Rafael Seibel chegou logo atrás, na segunda posição.

 

Na segunda bateria do dia as posições se inveteram e a vitória foi de Rafael Seibel, com Otto chegando atrás e colado, a menos de três centésimos de diferença. Marcelo Casellato e Delfim Braz ficaram na terceira posição, um em cada bateria.

 

Clássicos

Entre os Clássicos de Competição, conquista dobrada de Stanley de Barros Wessler, que venceu as duas baterias desta etapa, seguido por Thiago Barreto Perez, que ficou em segundo nas duas provas. O destaque da prova foi a presença dos Fuscas que vem aumentando a cada prova e nesta etapa dominaram a categoria, com oito carros alinhados no grid.

 

Fórmula Vee

O piloto de Campinas Rodrigo Rosset venceu a corrida da Fórmula Vee. Humberto Guerra Jr. ficou em segundo e Murillo Grandino chegou na terceira posição.

 

Marcas e Pilotos

Divididos em três classes, o certame de Marcas e Pilotos tem duas classes que formam um único grid, Super e Light, já os Novatos fazem uma prova à parte.

 

A primeira bateria de Marcas e Pilotos realizada na manhã de domingo (21) marcou a vitória de Wilton Pena, piloto de Minas Gerais que fez sua estreia no autódromo do ECPA e na principal categoria desse certame, a Super. “O autódromo de Belo Horizonte possui uma pista muito parecida com essa, portanto não tive problemas com o acerto me senti em casa”, afirmou o tricampeão mineiro de velocidade.

 

Na largada o pole position Netto Datti teve problemas e não conseguiu avançar, deixando o caminho livre para Pena que vinha na segunda colocação assumir a ponta. Alexandre Souza, ainda líder do certame, largou em terceiro e ganhou uma posição logo na largada.

 

A partir daí, os três primeiros se distanciaram e não houve mais mudanças de posições, em compensação, o pelotão intermediário travou disputas emocionantes na tentativa de conquistar um lugar no pódio, que acabou sendo completado pela dupla Thiago Sala e Aleandro Fortunato, em quarto, e Rodrigo Stefanini, na quinta posição.

 

A inversão do grid colocou Rodrigo Stefanini para largar na ponta da segunda bateria do dia. E uma largada perfeita foi suficiente para manter-se à frente pelotão e vencer de ponta a ponta. “Não foi fácil, pois no final o carro começou a perder rendimento, mas acho que essa vitória veio em um bom momento e pode me ajudar na segunda parte do campeonato, já que temos a outra metade inteira para nos recuperar, mesmo porque ainda não tem nada resolvido”, desabafou o piloto do Citroën C3.

 

Novamente em segundo na segunda bateria, Alexandre Souza não perdeu a pose e fez questão de ressaltar a liderança da categoria. “Não venci, mas meus principais adversários chegaram atrás de mim. Com isso, consegui aumentar a diferença para o vice-líder na tabela de classificação. Só tenho a estar satisfeito por isso”, afirmou o líder do certame na Super.

 

Light

Pela Light, Diogo Lapena voltou a vencer e, ao conquistar as duas baterias, acredita que entrou na briga pelo título. “O campeonato chegou a sua metade e está em aberto. Ainda tem muita coisa para acontecer”, disse o piloto de Araraquara.

 

Novatos

Pela classe Novatos, nova vitória de Mauricio Quagliato, piloto que defende as cores do estrado do Amapá, e que ruma a passos largos para conquistar o título ainda de forma antecipada. Alexandre Peppe chegou em segundo na primeira bateria.

 

Confira os resultados da 4ª etapa da Copa ECPA de Velocidade

1ª etapa – Stock Jr.

1º Otto Baumgart – 15 voltas em 19:36.601 – melhor volta 1:16.848

2º Rafael Seibel a 2.239 – melhor volta 1:17.162

3º Marcelo Casellato a 4.952 – melhor volta 1:17.030

4º Joca Silveira a 5.421 – melhor volta 1:17.196

5º Delfim Braz a 24.512 – melhor volta 1:18.401

 

2ª etapa – Stock Jr.

1º Rafael Seibel – 15 voltas em 19:59.175 – melhor volta 1:16.883

2º Otto Baumgart a 0.295 – melhor volta 1:16.499

3º Delfim Braz a 13.102 – melhor volta 1:18.014

4º Marcelo Casellato a três voltas – melhor volta 1:17.078

5º Joca Silveira a cinco voltas – melhor volta 1:16.947

 

1ª bateria Clássicos de Competição

1º Stanley de Barros Wessler
2º Thiago Barreto

3º Fabio /Carlos

4º Luis Carlos /Marcelo

5º Marcos Vieira Teodoro

Melhor volta: Thiago Barreto, em 1:19.522

 

2ª bateria Clássicos de Competição

1º Stanley de Barros Wessler
2º Thiago Barreto

3º Luis Carlos /Marcelo

4º Fabio /Carlos

5º Marcos Vieira Teodoro

Melhor volta: Thiago Barreto, em 1:18.794

 

Fórmula Vee

1) Rodrigo Rosset – 20 voltas em 25min03s093

2) Humberto Guerra a 5s129

3) Murillo Grandino a 57s004

4) Marcelo Chamma a uma volta

5) Flavio Leal Menezes a duas voltas

 

1ª prova Marcas e Pilotos – Super

1º Wilton Pena
2º Alexandre Souza

3º Neto Datti/Luis Piccolo

4º Thiago Sala/Aleandro Fortunato

5º Rodrigo Stefanini

Melhor volta: Wilton Pena, em 1:17.753

 

1ª prova Marcas e Pilotos – Light

1º Diogo Lapena
2º Rafael Matta/Anderson Paes

3º Ricardo Pinto/ Leandro Borsari

Melhor volta: Diogo Lapena, em 1:18.190

 

1ª prova Marcas e Pilotos – Novato

1º Mauricio Quagliato
2º Alexandre Peppe

3º André Nobre

4º Alberto/ Rafael

5º Rodrigo Paim/Rodrigo Tavares

Melhor volta: Mauricio Quagliato, em 1:18.206

 

2ª prova Marcas e Pilotos – Super

1º Rodrigo Stefanini
2º Alexandre Souza

3º Luiz Augusto

4º Thiago Sala/Aleandro Fortunato

5º Gustavo e Vicente Passarelli

Melhor volta: Rodrigo Stefanini, em 1:17.742

 

2ª prova Marcas e Pilotos – Light

1º Diogo Lapena
2º Ricardo Pinto/ Leandro Borsari

3º Rafael Matta/Anderson Paes

Melhor volta: Diogo Lapena, em 1:18.072

 

2ª prova Marcas e Pilotos – Novato

1º Mauricio Quagliato
2º Alexandre Peppe

3º Rodrigo Paim/Rodrigo Tavares

4º Cristiano Frank

5º Alberto e Rafael

Melhor volta: Mauricio Quagliato, em 1:18.485

 

Serviço
A próxima etapa da Copa ECPA de Velocidade acontece apenas em setembro, com a rodada dupla abrindo a segunda metade da temporada, válida pela 5ª de 2015. Agora, as atenções se voltam para a disputa das 100 Milhas Piracicaba, que acontecerá nos dias 1 e 2 de agosto.

 

Acompanhe as novidades da Copa ECPA de Velocidade no site www.ecpa.com.br, facebook.com/ecpabrasil e e-mail ecpa@ecpa.com.br.

 

Mais informações pelos telefones (19) 3438.7901 e 3438.7174.

Comentários

Notícias relacionadas