Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Ônibus do projeto “Crack é possível vencer” é tema de requerimento


Nilton Santos questiona a falta de utilização do veículo no combate ao crack

 

Durante a sessão camarária do último dia 29, o vereador Nilton Santos (PRB), apresentou o Requerimento 135/16, de sua autoria, que trata da falta de utilização dos veículos do projeto federal “Crack é possível vencer” pela Secretaria Municipal da Saúde.

“O combate ao crack é uma bandeira que defendo há mais de 10 anos. E há quase dois anos a cidade recebeu um ônibus, uma moto e uma viatura para atuar no projeto federal, porém, o ônibus fica estacionado a maior parte do tempo, sendo visto geralmente em eventos de grande movimentação, apenas em exposição”, informou o vereador.

Na oportunidade, Nilton Santos citou os procedimentos pelos quais passaram as clínicas de recuperação de Limeira para serem regulamentadas, ter o CNPJ e, atualmente, têm 50 vagas garantidas pela prefeitura para a internação do usuário de drogas.

“A Prefeitura custeia o tratamento quando a pessoa passa pelo trâmite no CAPS, por livre e espontânea vontade. Porém, a realidade é outra. A Lei que existe hoje é vazia, porque na sua eficácia não tem êxito”, explicou Nilton.

De acordo com o vereador o projeto federal disponibilizou para o município veículos para percorrer a cidade. “O ônibus está encostado há mais de um ano e não faz o trabalho para o qual é desempenhado. Quero saber quantas pessoas foram atendidas pelo projeto, os bairros percorridos, a equipe que trabalha neste programa, porque não está funcionando”, questionou o vereador.

“Temos aqui em Limeira ONGs que trabalham com usuários de drogas e a sugestão é que a Secretaria da Saúde faça parceria com as ONGs e disponibilize este material, percorrendo assim os locais de risco da cidade. Droga é um problema de saúde, logo é um problema do poder público”, pontuou.

O requerimento foi encaminhado para o Executivo.

 

 

Assessoria de imprensa

Comentários

Dennis Moraes