SB24Horas

Notícia na hora certa!

O que é Engenharia de Software e quais as possibilidades dessa área?

É interessante acompanhar como o mercado de trabalho acompanha as mudanças que ocorrem na sociedade, com o surgimento de novas possibilidades, assim como na adaptação de algumas atividades existentes, como na engenharia de Software.

 

A área de engenharia sempre foi de grande importância para a sociedade e o mercado, atuando na expansão das atividades mecânicas, que com o apoio de novas tecnologias especializadas tornou possível a edificação de prédios e grandes estruturas similares.

 

Essa área de serviço sempre esteve conectada às novidades que foram sendo apresentadas ao mercado, através do setor de tecnologias, que desde a criação do computador passou a desenvolver novos métodos e ferramentas baseadas nesse sistema.

 

Uma relação que permite com que um usuário pesquise direto do seu celular pelo melhor curso de capacitação SP, estando em busca de informações sobre a melhor instituição educacional na sua região.

 

Esse mesmo dispositivo também pode ser usado para realizar compras, de pequeno e alto valor, indo desde um pedido para o almoço até a aquisição de um pacote de viagens. Sem contar com as outras aplicações disponíveis durante o uso de um smartphone.

 

Pagar contas, atividades de trabalho, jogos eletrônicos para passar o tempo, além da comunicação com outros usuários na internet ou com o contato através dos serviços tradicionais de telefonia. Um conjunto de tarefas dentro de um só aparelho.

 

E isso só é possível graças aos profissionais de tecnologia, que trabalham com o desenvolvimento e acompanhamento de sistemas particulares para cada uma dessas aplicações, oferecendo a melhor experiência possível aos seus usuários.

 

Todos esses projetos de engenharia só são possíveis graças à implementação de um mercado próprio a tal finalidade, atuando na criação desses programas específicos. Uma área no mercado profissional conhecida como a engenharia de software.

A engenharia de software em relação a outras áreas

Quando se pensa no setor de engenharia, é fácil ser remetido a áreas mais tradicionais, como a engenharia civil, de produção e mecânica, acompanhando a construção de prédios e máquinas que terão grande importância para o setor social no qual se encontram.

 

Com o tempo, outros ramos da engenharia passaram a ser melhor reconhecidos pela sociedade, diante da necessidade deles para a sustentação das relações sociais, tanto de trabalho como de sobrevivência.

 

E nisso se destacam as engenharias ambientais, de segurança e trabalho, voltadas aos ramo de alimentos e, com uma importância cada vez maior para o mercado, a engenharia de computação, atuando em busca das melhores soluções para esses instrumentos.

 

Por isso, é importante se lembrar da função primordial do setor de engenharia, que é o desenvolvimento e aplicação de conhecimentos técnicos para se alcançar uma melhor utilização das ferramentas disponíveis, utilizadas em variados tipos de mercado.

 

E com o avanço dos computadores, cada vez mais ditando as atividades realizadas nos mais diversos setores de trabalho, é evidente a necessidade que a social passa a ter por tais aplicações, destacando os serviços de desenvolvimento de software.

 

Uma área da engenharia computacional direcionada ao desenvolvimento de novas soluções voltadas ao desenvolvimento de aplicativos e programas que serão utilizados para o mercado de trabalho, de lazer, além de outras soluções necessárias na sociedade.

 

Se hoje é possível agendar uma consulta médica por meio de um aplicativo oferecido pelo seu plano de saúde, o responsável por isso são os setores de engenharia de software, que conta com profissionais que trabalham com a identificação de novas oportunidades sociais.

 

E a partir dessa necessidade em grande escala por esse tipo de serviços é que esse ramo da engenharia se destaca cada vez mais como uma opção favorável para quem busca se estabelecer no mercado de trabalho, por ser uma área de procura em larga escala.

Características dessa área de trabalho

Apesar de apresentar diferenças com a área de ciências da computação, o setor de engenharia de software compartilha de diversos conceitos técnicos, fazendo dessa formação educacional como uma das melhores opções para quem busca atuar na área.

 

E assim como atualmente é possível fazer um curso de excel avançado a distancia, a graduação na área de tecnologia também permite uma formação presencial ou por meio do ensino à distância, conhecido como EAD.

 

Uma realidade que parte direto desse setor de trabalho, que opera com o desenvolvimento de plataformas voltadas aos métodos de ensino, sendo assim possível descentralizar o ambiente de aprendizado, por meio de programas voltados a essas aplicações.

 

Sendo essa apenas uma das utilizações dessa área na sociedade, que também pode ser encontrada em ramos como:

 

  • Entretenimento;
  • Finanças;
  • Área de saúde;
  • Atividades comerciais;
  • Setores de trabalho.

 

As aplicações são infinitas, com a engenharia de software estando presente em qualquer tipo de negócio que utiliza algum tipo de programa de computador, o que hoje se aplica a praticamente todos os tipos de serviços existentes, passando por negócios diversos.

 

Com uma média salarial de R$ 6,3 mil, trabalhar como um profissional de consultoria em engenharia é uma ocupação que desperta grandes interesses das pessoas que buscam se estabelecer no mercado de trabalho.

 

E fora as variedades do próprio mercado em si, existe também uma pluralidade de áreas para se especializar dentro da área de engenharia de softwares.

Back-end

O desenvolvedor de back-end trabalha com as operações voltadas aos bastidores dos sistemas de programação, atuando com a relação entre a interface de um sistema e o seu banco de dados disponível para tal aplicação.

 

O profissional que atua na área de back-end trabalha com a troca de dados entre servidores e a interface desses programas, operando com códigos de programação e ferramentas afins, para que o usuário tenha a melhor experiência possível com esses softwares.

Front-end

Já a área de front-end é responsável pelo desenvolvimento dessa interface em si, ou seja, pela criação das plataformas as quais os usuários irão navegar, como em um software gestão de ativos de TI (Tecnologia da Informação), que deve contar com um fácil usabilidade para os seus usuários.

Full Stack

O profissional de Full Stack, por outro lado, opera com os dois tipos de serviços, sendo assim um dos profissionais mais requisitados pelo mercado de trabalho. Para atuar com esse serviço é preciso contar com um estudo aprimorado, que aborda ambas as áreas.

 

E por meio dessas três especificações, o profissional em engenharia de softwares consegue encontrar as mais diferentes possibilidades de trabalho, com diversos mercados necessitando da atuação desses operadores capacitados.

 

As áreas de trabalho para tais profissionais

Entre os serviços nos quais uma pessoa que pretende trabalhar na área de engenharia de software pode executar suas habilidades são:

Arquitetura de softwares

Os mais diferentes tipos de programas necessitam de uma boa estrutura, sendo essa uma das principais funções de um profissional de back-end, por exemplo.

 

Nesse caso, com a estruturação de programas por meio de dados e aplicações voltados a criação de uma interface simples, como a página inicial de um site, ou até mesmo com propósitos mais avançados, como na criação de um software de inteligência artificial.

Desenvolvimento de programas e aplicativos

A estruturação de um software é destinada aos mais diferentes objetivos definidos pelos seus contratantes, passando pelo desenvolvimento de programas, como também de aplicativos, a serem utilizados por um site de vendas ou até mesmo um app de entregas.

Criação de jogos

Outro setor no qual os desenvolvedores de software são cada vez mais requisitados é com a criação de jogos eletrônicos, sendo um dos mercados de entretenimento que mais cresce, através de jogos para computador, e até mesmo para dispositivos móveis.

 

A popularização desses games tornaram possível a criação de um mercado próprio para esse tais ativos lúdicos, sendo adotado até mesmo por outros tipos serviços, como na gamificação dos processos seletivos, selecionando profissionais por meio de jogos.

Gestão de sistemas

E o profissional de engenharia de software pode atuar não apenas com o desenvolvimento dessas ferramentas, mas também com o manuseio dessas aplicações, oferecendo os seus serviços para diferentes mercados que atuam com tais programas.

 

Como em uma empresa de telemarketing, que possui um software especializado para o controle das informações coletadas entre os clientes dessa companhia, sendo necessário o auxílio de um profissional de programação para a atualização desses sistemas.

 

Destaca-se também o controle e manuseio do banco de dados dessas empresas, garantindo assim as melhores soluções em tecnologia para essa companhia.

Pesquisa e ensino

Assim como outros setores de tecnologia, a área de engenharia de software cada vez mais necessita de profissionais habilitados para atuarem no setor, seja com o desenvolvimento de programas ou com o simples manuseio desses sistemas inteligentes.

 

Para manter a renovação desses profissionais, é necessário a atuação de professores e especialistas na área, repassando seus conhecimentos por meio de instituições de ensino, ou até mesmo atuando com a consultoria de informatica SP para empresas da região.

 

De forma a preparar os profissionais assim como as companhias nas quais eles irão atuar sobre as particularidades desse setor, que somente cresce, acompanhando as inovações tecnológicas que surgem no mercado, operando inclusive com essa identificação.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.