Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

O que é drip coffee?

Existem muitas formas de consumir café. Uma das últimas tendências é o drip coffee, que tem conquistado cada vez mais fãs no mundo. Confira mais sobre esse novo jeito de beber um bom café!

 

O café é, sem dúvida, uma das bebidas mais antigas e consumidas da história da humanidade. Além dos hábitos culturais de cada sociedade, a modernização dos processos e ferramentas usadas na preparação da bebida ajudam a compreender a diversidade de formas de consumi-la.

 

O Brasil é um dos maiores produtores e consumidores desse produto no mundo. Somente em 2020, o país consumiu 21,2 milhões de sacas de 60 quilos, o que representou um crescimento de 1,34% em relação ao ano anterior.

 

Essa popularidade em escala global faz com que o mercado do café se desenvolva e diversifique os tipos dessa bebida. Uma das últimas novidades é o drip coffee. Se você ama café, mas ainda não conhece essa tendência, confira mais a seguir!

 

O que é?

 

O drip coffee também é conhecido como “café filtrado individual” e foi criado no Japão na década de 90, fazendo sucesso nos Estados Unidos e na Europa posteriormente. A principal vantagem desse tipo de café é a praticidade: ele simplifica ainda mais o café coado (a forma mais popular de consumir a bebida no Brasil). O drip coffee é o café embalado com gás nitrogênio em pequenos sachês (que cabem em uma xícara). O mais comum é que cada sachê contenha 10 gramas de café arábico moído.

 

Além desse sachê, tudo o que você precisa para preparar o café é água quente. Basta colocá-la sobre o sachê, esperar alguns minutos e se deliciar! Quem gosta de adicionar açúcar, pode fazê-lo assim que retirar o sachê da xícara. Uma dica básica para preparar um bom café coado e que também vale aqui é colocar a água quente aos poucos, para que a filtragem ocorra lentamente e o café fique mais forte.

 

É isso mesmo: o café vem como se fosse um chá, podendo ser preparado em poucos minutos. Outra vantagem é que ele pode ser colocado em vários lugares (bolsa, mochila, potes plásticos, gavetas, entre outros).

 

Estrutura

 

Cada sachê é feito de um pequeno suporte e de um filtro, cujo sistema de filtragem é feito de TNT. O mais comum é que o café tenha um sabor naturalmente mais adocicado e uma acidez no ponto certo.

 

É importante mencionar que nenhum dos materiais usados para a confecção do sachê e do filtro é incompatível com o alimento (tampouco o contamina). Os sachês possuem pequenas hastes maleáveis que se encaixam perfeitamente nas bordas das xícaras.

 

Curiosidades

 

O café é uma bebida milenar que possui inúmeras curiosidades. Uma delas é que essa bebida é originária da Etiópia, país localizado no Chifre da África e com a segunda maior população do continente.

 

Inicialmente, os etíopes ingeriam a polpa doce desse alimento, que podia ser macerada ou durante as refeições, após ser misturada em banha animal. Seu suco também era fermentado para, em seguida, ser transformado em bebida alcoólica. A Inglaterra foi o primeiro país a abrir cafeterias, tendo sido a primeira em 1652.

 

Outra curiosidade é que existem basicamente dois tipos de café: o canéfora e o arábica. Enquanto o primeiro tem um sabor mais forte e costuma ser usado para fazer café instantâneo (como o bom e velho expresso), o segundo apresenta um sabor mais suave e delicado.

 

Além disso, além de ser um ótimo alimento, o café ainda pode ser usado para práticas místicas de adivinhação do futuro (a partir de sua borra). Essa prática é denominada cafeomancia e é oriunda da França. Por fim, o café passou a ser uma bebida bastante consumida pelas elites europeias depois que o embaixador turco Suleiman Aga deu grãos de café de presente ao rei da França Luís XIV.