Novas turmas do ‘Respire Saúde’ começam na próxima semana em Nova Odessa

Projeto incentiva o combate ao tabagismo

 

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa inicia na próxima semana mais uma edição do projeto “Respire Saúde”, que incentiva o combate ao tabagismo, auxiliando quem quer parar de fumar. A primeira edição de 2017 contará com três turmas, que se reunirão semanalmente.

 

Com duração de dois meses, o projeto conta com reuniões motivacionais em que são ministradas palestras sobre o tema. Os participantes também passam por consultas médicas e odontológicas, além de tratamento terapêutico e recebem, ainda, medicação oferecida gratuitamente pela Secretaria de Saúde.

 

Coordenadora de Saúde Bucal, Gláucia Blumer Paulon destacou que o projeto oferece todo suporte para que quem deseja parar de fumar consiga deixar o vício. “Temos resultados muito bons neste projeto. Os pacientes recebem todo acompanhamento necessário para se conscientizarem sobre o problema e deixarem o vício, tendo uma vida mais saudável”, disse.

 

O “Respire Saúde” contará com três turmas nesta primeira edição de 2017. Na segunda-feira (dia 08), às 19h, terá início uma turma, que se reunirá semanalmente no Ambulatório de Especialidades ao lado do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia. As outras turmas terão início na terça-feira (09) em dois horários: às 8h30 na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim São Jorge e às 14h na UBS 3, no São Manoel.

 

O “Respire Saúde” conta com equipe multiprofissional especializada composta por psicólogo, dentista, médicos, enfermeira e farmacêutica. Entre os assuntos abordados nos os encontros estão palestras sobre o tabaco, abstinência e câncer bucal e orientações sobre uso e reações de medicamentos, alimentação saudável, entre outros temas.

 

Estudos apontam que o tabagismo pode desencadear uma série de doenças que podem levar a morte como câncer de pulmão, infertilidade, infarto, AVC, entre outras. Nas mulheres, o vício pode ainda desencadear o câncer de mama, aumento de cólicas pré-menstruais, menopausa precoce e osteoporose. Segundo os especialistas, de todos os indivíduos que fumam, metade morre em decorrência do vício.

 

 

 

Comentários

Notícias relacionadas