Missa de Instalação da Basílica reúne 5 mil fiéis

A Missa de Instalação da Basílica Santuário de Santo Antônio de Pádua reuniu cerca de cinco mil fiéis na manhã deste domingo (30), em Americana (SP). Durante a celebração presidida pelo Arcebispo de Aparecida e Presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis, foram entronizados os dois símbolos próprios das Basílicas.

A solenidade teve início em frente à Igreja com o hasteamento das bandeiras, execução dos hinos do Brasil, de Americana e do Vaticano pela Banda da Polícia Militar do Estado de São Paulo e descerramento dos brasões do Papa Francisco, do Bispo Diocesano de Limeira e das chaves pontifícias, instalados junto à porta principal.

Os momentos mais esperados da celebração foram a leitura do Decreto de Criação da Basílica e a entrada dos símbolos que vão ficar perenemente expostos no altar: um tintinabulo e uma umbela, lembrando a todos que ali se encontra a ‘Casa do Papa’, pois agora a Igreja de Americana passa a ser uma extensão do Vaticano.

“A Santa Sé ter reconhecido a importância desta Igreja significa um compromisso maior com o trabalho pastoral a ser desenvolvido, que vai facilitar o atendimento a todos aqueles que aqui ocorrerão para manifestar seu amor e sua devoção a este grande Santo”, afirmou o Dom Raymundo Damasceno.

A Missa foi concelebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Campinas, Dom Airton José dos Santos, pelo Bispo Diocesano de Limeira, Dom Vilson Dias de Oliveira, de Bragança Paulista, Dom Sergio Aparecido Colombo, e de Almenára Dom José Carlos Brandão Cabral, pelo Reitor da Basílica, Padre Leandro Ricardo, Padres, Diáconos e Seminaristas da Diocese.

“Que esta Basílica Santuário, agora constituída, oficialmente, como Solo Pontifício, seja expressão visível da comunhão com a Igreja de Roma e de fidelidade e amor ao Santo Padre o Papa, não só nas insígnias pontifícias que adornam a nossa Igreja interna e externamente, mas que o nosso coração e a nossa vida expressem o nosso comprometimento com a Igreja de Cristo”, comentou durante seu discurso o Bispo Dom Vilson.

O Reitor da Basílica, Padre Leandro Ricardo, ressaltou que a elevação vem reforçar e renovar a fé dos fiéis. “Não se trata apenas de um título, mas de um reconhecimento de uma comunidade viva e atuante, que através de 114 anos de história vem cultivando a fé e a devoção a Santa Igreja Católica e o nosso amado Padroeiro Santo Antônio de Pádua. É também uma Missão em ser uma casa de acolhimento ainda maior para que toda a ação pastoral da Igreja se consolide em Americana e região”.

 

Comentários

Notícias relacionadas