Marquinhos divide méritos com companheiros e sonha ser o zagueiro-artilheiro do Brasileirão

Capitão, 39 partidas na temporada, ídolo da torcida, um dos melhores zagueiros do Campeonato Brasileiro e agora também fazendo as vezes de artilheiro. O momento de Marquinhos com a camisa do Figueirense é ótimo.

No último domingo, Marquinhos anotou um dos tentos na vitória do Furacão diante da Ponte Preta no estádio Orlando Scarpelli. Com isso, chegou a três gols neste Brasileirão e juntamente com Matheus Ferraz, do Sport, é o defensor com mais tentos anotados nesta Série A. “Sempre falei que o meu papel principal é defender. No entanto, pela minha estatura (1,94m), procuro sempre subir ao ataque em bolas paradas e vem dando certo. Estou podendo dar minha contribuição defensivamente e ofensivamente”, relatou o camisa 3 do Figueirense.

A prova da importância de Marquinhos no aspecto ofensivo é que ninguém no elenco finalizou mais certo que ele na Série A: oito acertos. Apesar da eficiência, o zagueiro divide os méritos com os companheiros. “Tenho que dar os créditos também aos cobradores de escanteios e faltas. Eles estão com o pé calibrado. Nós treinamos muito essas jogadas também. Meu posicionamento melhorou muito nos últimos anos e, com isso, as chances de marcar gol aumentam”, explicou Marquinhos, que em 72 jogos pelo alvinegro tem sete tentos.

Pensar em artilharia do Campeonato Brasileiro seria um sonho mais distante, porém, Marquinhos traça como objetivo algo mais palpável. Ele admite o desejo de ser o zagueiro-artilheiro do Brasileirão. “Se eu marcar mais gols irei ajudar minha equipe, vou sim tentar fazer mais gols. Sou um jogador experiente e sei das minhas funções principais. Mas, pretendo manter essa boa média de gols e, quem sabe, ser o zagueiro-artilheiro do nacional”, concluiu.
Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas