Mais casas em Americana! Diego e Davi afinados

Diego De Nadai e secretário Davi Ramos anunciam mais de 1.600 unidades habitacionais

 

Empreendimentos vão reduzir déficit habitacional na faixa de zero a três salários mínimos

 

O prefeito de Americana Diego De Nadai e o secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano Davi Ramos anunciaram, na manhã desta quarta-feira (2/4), a conquista de mais de 1.600 unidades habitacionais para famílias com renda de até três salários mínimos. Os investimentos somam R$ 154 milhões, além de mais R$ 5 milhões em equipamentos comunitários, como creche e escola.

 

Diego destacou a união de esforços para a realização dos projetos. “É um dia histórico para Americana. Estou feliz porque tenho a oportunidade de ajudar tantas famílias. A união de esforços entre prefeitura, proprietário das áreas e construtora, e o empenho do secretário Davi viabilizaram estes projetos para a cidade. Todos tiveram a sensibilidade, um objetivo em comum, para entender a importância destes projetos de interesse social, e a população que mais precisa será atendida”, disse o prefeito de Americana, enaltecendo o trabalho do secretário Davi à frente da Secretaria de Habitação.

 

Imagem 198Segundo o secretário, Americana é a cidade que mais construiu unidades no Programa Minha Casa, Minha Vida na região e as novas unidades anunciadas vão reduzir o déficit habitacional na faixa de renda entre zero e três salários mínimos. “Já somamos 3.265 unidades do Minha Casa, Minha Vida na cidade, num montante de R$ 300 milhões em investimentos. Ainda há vários projetos que estão sendo executados e outros em andamento que irão beneficiar as famílias de baixa renda e poderemos diminuir muito a demanda nesta faixa de renda na cidade e até zerar este déficit, que hoje é de 5.540 unidades”, afirmou Davi.

 

Na região do Jardim Guanabara, na rua do Castelo, foram anunciadas pelo prefeito e pelo secretário Davi a construção de 768 unidades habitacionais, mais escola e creche para os moradores do bairro. Na região da Praia Azul, serão 587 casas, no assentamento ASTA (Associação dos Sem Teto de Americana) 5 e 6, numa área de 160 mil metros quadrados e a instalação de equipamento comunitário a ser definido pela comunidade. No Jardim Recanto, região da Vila Mathiensen, numa área de 24 mil metros quadrados, serão mais 250 unidades.

 

Imagem 330Para o empresário Marcos Politano, da M. Politano Imóveis, a empresa priorizou a realização de projetos sociais que beneficiem o maior número de famílias. “A utilização das áreas para projetos de interesse social foi uma questão fundamental para a participação da empresa nesse projeto. Será, com certeza, um grande ganho para toda a população. A Secretaria de Habitação ganhou, no governo Diego, o valor que realmente precisava”, disse Politano.

 

Luis Renato Pereira Lima, vereador e membro da diretoria da ASTA, lembrou do compromisso do prefeito Diego no atendimento da demanda das famílias de baixa renda. “O prefeito disse que iria ajudar a ASTA e cumpriu sua palavra. Esta parceria de hoje foi possível graças a esse olhar voltado para o povo”.

 

Imagem 304Para encerrar o anúncio das conquistas na área de Habitação de Americana, o diretor da Ecovita, Incorporadora e Construtora, engenheiro Artur José Costa Sampaio, disse que a cidade conseguiu avançar em todas as cotas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 e adiantou que novas unidades estão previstas para o Programa Minha Casa, Minha Vida 3. “A agilidade da prefeitura para a viabilização das obras é um destaque na região e mais 1.040 unidades estão programadas para 2015”.

 

Participaram da solenidade desta quarta-feira, no auditório Villa Americana, no Paço Municipal, o vice-prefeito Seme Calil, a secretária de Ação Social e  Desenvolvimento Humano, Talitha De Nadai, representantes da Câmara Municipal e da ASTA, entre outros convidados.

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas