Maio Amarelo: Crianças praticam educação de trânsito na Praça Central

O “Movimento Maio Amarelo – Atenção pela Vida” tomou conta da Praça Central em Santa Bárbara nesta sexta-feira (26). Educadores da Cidade Mirim de Trânsito e alunos do 4º ano da Emefei “Profª Antonia Dagmar de Almeida Rosolen”, da Vila Sartori, abordaram pessoas, deram orientações e aplaudiram as boas práticas no trânsito de Santa Bárbara d´Oeste. Depois percorreram as ruas da cidade de Trenzinho com balões amarelos.

A ação contou com cerca de 40 crianças, que distribuíram panfletos, além de balas e pirulitos para quem atravessava na faixa de pedestre.  O objetivo do “Maio Amarelo” é mobilizar a sociedade para o trânsito seguro e promover o bem estar social.

Uma das pedestres abordadas e aplaudidas pelas crianças, Josi Ribeiro, do Beira Rio, elogiou a iniciativa. “Ótima ideia ensinar desde cedo. As crianças acabam nos orientando, corrigindo e dando exemplo. Elas são o caminho para um futuro para um trânsito melhor”, disse.

A dirigente da Emefei Dagmar, Rosângela Strapasson Canali, que acompanhou as crianças, registrou todos os momentos com orgulho. “Poder proporcionar essa vivência dos alunos é maravilhoso. Eles aprenderam tudo na escola, na teoria. E agora estão ensinando as pessoas, sendo gentis nas suas ações, como fizeram ajudando uma cadeirante a atravessar a rua na faixa, e comemorando tudo que vêem de certo no trânsito. É gratificante!”, declarou.

Maio Amarelo

O Movimento segue na cidade com diversas ações de conscientização nas escolas durante todo o mês. Elas integram as atividades de educação para o trânsito do Projeto “Caminhos para a Cidadania” do Instituto CCR AUTOBAN, parceiro da Secretaria da Educação. Serão contemplados durante o mês aproximadamente 3.200 estudantes de 4ºs e 5ºs anos de 26 Escolas de Ensino Fundamental.
A Sesetran (Secretaria de Trânsito, Segurança e Defesa Civil) segue com blitz educativas, além de palestras sobre trânsito seguro em instituições privadas, mediante solicitação. Os interessados podem entrar em contato pelo telefone (19) 3457.9444.

Comentários

Notícias relacionadas