Maestro João Carlos Martins se apresenta em Indaiatuba no dia 22 de agosto


O concerto com Camerata Bachiana é gratuito, com participação de músicos da Orquestra de Berimbaus.

 

João Carlos Martins é um dos nomes mais respeitados no cenário musical do Brasil, tanto por seu talento como pianista e regente, quanto por seu bem sucedido trabalho de difundir a música clássica pelo país. Em agosto, o público de Indaiatuba poderá vê-lo ao vivo, regendo a Camerata Bachiana, em uma apresentação especial e gratuita.

O concerto acontece no sábado, dia 22 de agosto, no Teatro CIAEI . Além da Camerata Bachiana, participam do evento cinco instrumentistas da Orquestra de Berimbaus Morro do Querosene, de São Paulo, que trazem a sonoridade da autêntica música brasileira de raiz ao espetáculo, que promete ser emocionante, como costumam ser os concertos regidos pelo Maestro.

A entrada no evento é gratuita, mas os interessados precisam retirar antecipadamente  um  vale-ingresso,  que estará disponível pelo site www.dcolor.art.br/ingressos a partir do dia 13 de agosto. A troca pelo ingresso ocorre no dia do evento, das 18h às 19h45. Os vale-ingressos que não forem trocados até esse horário serão invalidados e disponibilizados ao público geral.

 

A apresentação é viabilizada pela Lei Rouanet de incentivo à cultura, com patrocínio da rede de hipermercados GoodBom e produção executiva da D’Color Produções Culturais. O espaço da apresentação foi cedido pela secretaria municipal de cultura de Indaiatuba.

 

Maestro João Carlos Martins e Camerata Bachiana

Aos 75 anos, o pianista e regente João Carlos Martins é um dos nomes mais respeitados no cenário musical do país. Iniciou seus estudos de piano na infância e aos 13 anos já iniciava sua carreira no Brasil, que cinco anos depois decolou internacionalmente. Aos 20 anos, estreou no famoso Carnegie Hall, em Nova York, em apresentações patrocinadas pela então primeira dama dos Estados Unidos, Eleanor Roosevelt.

 

O maestro passou por dois incidentes que poderiam ser posto fim à sua careira musical. Aos 26 anos de idade sofreu uma lesão no braço quando jogava uma partida de futebol em Nova York, que o manteve afastado dos palcos por sete anos. Quando retornou à carreira, gravou a obra completa de Bach. Em 1995 foi ferido num assalto na Bulgária, e ficou com o lado direito do corpo paralisado. Vítima da síndrome de movimentos repetitivos, encerrou a carreira de pianista aos 63 anos, sem deixar o universo da música. Estudou regência, fundou a Filarmônica Bachiana Jovem em 2006 e hoje é regente e diretor-artístico da Bachiana Filarmônica SESI-SP.

 

A Camerata Bachiana faz parte da Fundação Bachiana Filarmônica SESI-SP. A Orquestra Bachiana Filarmônica apresentou-se pela primeira vez em 2004, na sala São Paulo em São Paulo/SP, e depois disso, com um repertório que inclui sinfonias de Beethoven, Brahms e Tchaikovsky, apresentou-se nas mais importantes salas de concerto do Brasil e exterior. Em 2006, o maestro João Carlos Martins fundou a orquestra Bachiana Jovem, que tinha por objetivo trabalhar na evolução musical de jovens musicistas e ao mesmo tempo democratizar a música clássica apresentando-se para pessoas que jamais tiveram acesso às salas de concerto.

Em 2010, as duas orquestras juntaram-se, formando a Bachiana Filarmônica SESI-SP, um grupo que reúne músicos profissionais, orientadores e jovens musicistas, que formam hoje uma das mais importantes orquestras da iniciativa privada do Brasil, sem abandonar os ideais que deram origem à Bachiana Filarmônica e à Bachiana Jovem.

 

Orquestra de Berimbaus

 

Criada em 2007, a Orquestra de Berimbaus do Morro do Querosene é formada por capoeiristas, músicos e pessoas da comunidade, e mostra a versatilidade do berimbau interpretando toques da capoeira e ritmos da música brasileira, com arranjos e regência de mestre Dinho Nascimento.  Os berimbaus são cuidadosamente afinados e agrupados em naipes, vozes entoam os versos e instrumentos como o pandeiro, o triângulo, o agogô, atabaque e ganzá completam a sonoridade. A Orquestra possui um CD gravado em 2010, “Sinfonia de Arame”, com apoio do Programa de Ação Cultural – ProAC.

 

GoodBom

 

GoodBom Hipermercados é uma rede de lojas do interior de São Paulo, com mais de oito décadas de atuação, presente nas cidades de Sumaré, Monte Mor, Hortolândia e Indaiatuba, na Rua João Giaquinto, 386, Jardim Hubert. Focada na qualidade dos produtos, no atendimento diferenciado e nos preços atrativos, a loja na cidade possui 30 mil m² de área construída, 600 vagas de estacionamento cobertas, restaurante e mais 40 lojas agregadas.

 

 

Sobre a D’Color Produções Culturais

 

Empresa de Campinas (SP) focada em assessoria, planejamento e execução de projetos culturais em parceria com diversos segmentos através de leis de incentivo. Possui a missão de fomentar a cultura no Brasil e disseminá-la para o maior número de pessoas.

 

 

Serviço:

 

Concerto gratuito: Maestro João Carlos Martins e Camerata Bachiana

Participação Especial: Orquestra de Berimbaus

Data: 22/08/2015 (sábado)

Horário: 20h

Local: Teatro CIAEI

Endereço: Av. Engenheiro Fábio Roberto Barnabé, 3665 – Jd. Regina – Indaiatuba – SP

Retirada de vale-ingressos gratuitos pelo site da D’color a partir do dia 13/08: http://www.dcolor.art.br/ingressos

Viabilizado pelo Programa Nacional de Apoio à Cultura pela Lei Rouanet.

 

Comentários

Notícias relacionadas